Lexa festeja aniversário, Carnaval e novo projeto: 'Me sentindo uma criança'

·3 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, BRASIL, 11/03/2016 - a cantora Lexa durante segundo dia do festival Lollapalooza 2016, realizado no autódromo de Interlagos. (Foto: Greg Salibian/Folhapress )
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, BRASIL, 11/03/2016 - a cantora Lexa durante segundo dia do festival Lollapalooza 2016, realizado no autódromo de Interlagos. (Foto: Greg Salibian/Folhapress )

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com a chegada do verão e agora do Carnaval, a cantora Lexa, 26, vê sua agenda ficar cheia de shows, projetos e tudo o que mais ama fazer. Para a estação em 2022, a artista comemora a volta aos palcos, seu aniversário e aproveita oportunidades que a tiraram "da caixinha", além de preparar um novo single. "É a época mais corrida do ano, mas eu amo", afirma.

Sem dar muitos detalhes, para deixar uma surpresa para os fãs, Lexa conta que pretende lançar uma nova canção no próximo mês, e que ela virá com uma nova vertente, saindo um pouco do funk, clássico de suas produções. Para ela, a vontade de cantar em ritmos distintos sempre foi presente, mas foi a partir da gravação do Luau com Lexa que ela viu o pontapé inicial.

O projeto é uma parceria da artista com o Amazon Music e foi lançado nesta quinta (17) trazendo um EP com regravações de sucessos seus e de outros artistas. "Pude mostrar outras facetas. Eu canto funk, um ritmo que já estou acostumada, mas gosto de cantar outros seguimentos também", diz a cantora em entrevista ao F5. "Eu adoro me desafiar e quando trazem projetos novos."

O mais emocionante foi escolher o repertório do EP, que incluirá "Pior que Sinto Falta", "Bruta (Jogada Bruta)", "Sapequinha", "Quase Lá", e uma versão de "Não Precisa Mudar", música conhecida na voz de Ivete Sangalo, que Lexa diz "amar de paixão". "Eu gosto muito de sair da caixinha", completa ela, animada para os fãs ouvirem seus funks em versões acústicas.

Além de Lexa, outros artistas também lançaram EPs e fizeram parte do Luau Amazon Music. Nomes como Ferrugem, a dupla Diego e Victor Hugo e Mari Fernandez estiveram no projeto. A cantora afirma que enxerga neste tipo de produção uma mudança no mercado musical, que veio com a pandemia do coronavírus.

"[Durante a pandemia] a procura foi ainda mais na linha do streaming, e também com as lives. E esse projeto juntou os dois universos", diz a artista. Agora, ela celebra a volta aos palcos e a vacinação contra a Covid-19. "A pandemia trouxe diversas coisas ruins, por mais que tenhamos aprendido. Voltar foi como um suspiro de vida para mim e sei que para muita gente também."

Ainda para o mês de fevereiro, Lexa prepara um aquecimento para o Carnaval, neste domingo (20), na quadra da Portela, e um bloco no Rio de Janeiro, além de um bloco em São Paulo, no dia 26 de fevereiro. Ela pontua que, para ter controle do número de pessoas, os eventos acontecerão em locais privados. Ela também lançará um programa em parceria com o Multishow, intitulado Bar da Lexa de Verão. "Vai ser um programa totalmente voltado para o verão", explica a artista.

A ntora é rainha de bateria da Unidos da Tijuca e conta que irá celebrar seu aniversário, na próxima terça-feira (22). "Dá para ver na minha cara que eu amo o que eu faço. É inexplicável, estou me sentindo uma criança", completa a artista, que recentemente participou do single "Barbie" da cantora Rebecca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos