Lésbicas têm mais orgasmos que mulheres heterossexuais, diz estudo

Lésbicas têm mais orgasmos – Reprodução/Pixabay PublicDomainPictures

Um estudo acaba de comprovar que quando se trata de sexo, as lésbicas são muito mais eficazes em proporcionar prazer do que o time masculino.

Receba novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais) no seu Whatsapp

Conduzida pelas universidades de Indiana — Chapman e Claremont –, a pesquisa analisou o comportamento sexual de 52.600 americanos. Os pesquisadores queriam explorar a diferença entre gêneros quando o assunto é orgasmo, apontando comportamentos para que casais evoluam.

Leia mais: Por que tantas mulheres héteros curtem pornô lésbico?

O resultado mostrou que as mulheres heterossexuais são as que menos chegam ao orgasmo, somando 65% das que dizem gozar “sempre” ou “quase sempre”. As mulheres bissexuais ficaram próximas na lista, sendo 66%, enquanto as lésbicas totalizam 86% das que dizem sempre ter orgasmos.

Segundo o time de pesquisadores, os resultados mostram que essa diferença pode ser reduzida.

São poucas as mulheres heterossexuais que chegam ao orgasmo apenas através da penetração e o estudo aponta que “é importante incorporar o sexo oral com outras atividades durante o sexo” para se alcançar um prazer maior.

Houve um claro indício de que o sexo oral aumenta os orgasmos entre mulheres heterossexuais, lésbicas, bissexuais e homens gays e bissexuais. Apenas os homens héteros não tiveram esse link detectado.

Leia mais: Em experimento bizarro, lésbicas tocam pênis pela primeira vez

No caso dos homens, os resultados mostram que para eles é muito mais fácil alcançar o prazer por meio da penetração. Cerca de 88% dos bissexuais afirmaram chegar ao orgasmo, os gays, 89%, e,  obviamente, os héteros são os que mais alcançam o clímax, somando 95% dos que dizem chegar ao orgasmo com satisfação.

Isso indica que eles são os que se satisfazem mais facilmente, mas de longe são os menos capazes de proporcionar prazer para suas parceiras.