Lembra dele? Psy volta às paradas do sucesso com parceria com Suga, do BTS

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Psy e Tuga em videoclipe de
Psy e Tuga em videoclipe de "That That" (Foto: reprodução/Youtube/officialpsy)

Resumo da notícia:

  • Lembra dele? Psy volta às paradas de sucesso com parceria com Suga, do BTS

  • Intérprete de "Gangnam Style" ajudou a divulgar a cultura sul-coreana no mundo

  • "Psy está voltando", diz ele na música

Dez anos depois de estourar com "Gangnam Style", Psy está de volta às primeiras colocações dos charts mundiais. Ao lado de Suga, do BTS, o cantor sul-coreano colocou "That That" no primeiro lugar nas paradas musicais sul-coreanas e ainda liderou o ranking do iTunes Top Songs em mais de 70 países.

A faixa conta com uma letra otimista para o momento de arrefecimento da pandemia do novo coronavírus. "A pandemia acabou, estou me sentindo ótimo…", canta a dupla. O videoclipe da música já tem, quatro dias após o seu lançamento, mais de 64 milhões de visualizações no Youtube.

Ainda que a música combine com o momento em que o mundo vê os números de mortes causadas pela pandemia caírem, um outro verso chama mais a atenção. "Psy está voltando", diz o próprio artista logo no início da música, reconhecendo que já teve dias de mais sucesso internacional.

Para quem não se lembra, "Gangnam Style" foi um grande fenômeno cultural de 2012. Muito antes do Tiktok, a música fez uma dancinha viralizar e chegou a liderar o ranking dos vídeos mais vistos da história do Youtube por cinco anos. Mesmo com intenções claramente pop, a música faz uma crítica ao consumismo das áreas nobres de Seul, na Coreia do Sul.

Na época do sucesso estrondoso, Psy já tinha consciência que dificilmente se manteria no topo das paradas mundiais, mas se sentia satisfeito por abrir portas para o k-pop. 'É o tipo de fenômeno que só acontece uma vez. (...) É um fenômeno, criado pelo público'', disse à BBC no ano de lançamento do hit.

Dez anos depois, o ocidente abraçou o k-pop e a cultura sul-coreana de uma geral - em outro momento histórico, "Parasita", de Bong Joon Ho, venceu o Oscar de Melhor Filme em 2020. Como um dos pioneiros desse movimento, faz todo o sentido que ele agora cante ao lado de um integrante do fenômeno BTS.

“Se eles (BTS) continuarem assim, embora não estejam fazendo música para aumentar o prestígio nacional, estão dando à Coreia muitos momentos de orgulho. Sinto-me muito orgulhoso por ter tido o papel de ser esse gatilho. BTS me agradeceu por essa parte várias vezes, então estou orgulhoso", disse PSY em coletiva de imprensa, segundo o NME.

Confira abaixo "That That":

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos