Leandra Leal faz redação do Enem: "Cinema para quem?"

Foto: Reprodução/Instagram (@leandraleal)
Foto: Reprodução/Instagram (@leandraleal)

Engajada nas lutas sociais, a atriz Leandra Leal não perdeu a oportunidade de falar sobre o tema da redação do Enem 2019 em suas redes sociais. No Twitter, a global lembrou que a prova pedia para os vestibulandos escreverem um texto sobre a “democratização do acesso ao cinema no Brasil”.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Mesmo sem fazer a prova, Leandra escreveu sua redação em casa e usou a rede social para compartilhar o texto. “Mais alguém aqui é nerd a ponto de rabiscar a redação pro Enem enquanto espera a hora de sair de casa?”, brincou ela, que logo no primeiro parágrafo fez duras críticas à lógica capitalista.

Leia também

“O cheiro da pipoca indica que logo o filme vai começar, mas não para todos. Dados do IBGE apontam que apenas 10% das cidades brasileiras têm salas de cinema. A lógica do mercado segregou o espectador, gerou uma desproporcional concentração de exibidores em grandes centros comerciais e elitizou o acesso. Portanto, há um vasto Brasil sem a possibilidade de ir ao cinema”, iniciou a artista.

Em seguida, Leandra chamou atenção para o fato de poucos filmes nacionais serem reconhecidos e exibidos em salas de cinema. “Editais cancelados, temas proibidos, censura, insegurança jurídica e baixo apreço do poder público à produção nacional mostram que o país está na contramão das boas práticas de democratização e acesso à cultura”, criticou.

A atriz ainda citou França, Alemanha e Estados Unidos como exemplos de países que incentivam à sétima arte e viram seus números de filmes e espectadores crescerem graças aos programas de fomento. Depois, concluiu que o Ministério da Cultura deveria seguir o mesmo caminho no Brasil.

“Isso deve ser feito através de editais que possibilitem a realização de filmes em todo território brasileiro, narrativas que ofereçam novos pontos de vista e que explorem temáticas relevantes à nossa cultura (...) Pode também incentivar empresas que criem e abracem salas no interior do Brasil e reduzir impostos para a produção e o espectador (...)”, garantiu ela.

Seguidores de Leandra a elogiaram pela inteligência. Alguns, no entanto, afirmaram que a atriz fugiu do tema proposto. Confira o texto completo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos