Latino é acusado de plágio por Bruna Volpi após postar vídeo criticando o governo

·1 minuto de leitura
A cantora afirma que o artista copiou um publicação sua nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram @latino @bruna.volpi)
A cantora afirma que o artista copiou um publicação sua nas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram @latino @bruna.volpi)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor Latino, 47, foi acusado de plágio pela cantora Bruna Volpi. A desavença, no entanto, não foi provocada por nenhuma música, mas sim por um post que o músico fez em seu Instagram criticando o descaso do governo em relação aos artistas no período da pandemia.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Bruna Volpi afirmou em suas redes sociais que Latino copiou o seu pronunciamento sobre o governo, e fingiu que o texto tinha autoria dele. "Eu teria ficado honrada se você tivesse usado e me dado os créditos. Mas copiar na cara dura e fingir que o texto é seu... Desculpa! Perdeu meu respeito", disse ela.

Leia também

Confira a publicação:

Nos vídeos, os cantores fazem uma comparação sobre praias e casas de show lotadas, dizem que os artistas também precisam se manter e que o governo deveria ter se planejado melhor em relação à isso.

"Eu fiz um vídeo ontem que acabou circulando em grupos de músicos e produtores do Brasil inteiro. Poucas horas depois, ele posta um vídeo falando exatamente as mesmas coisas", desabafou Volpi.

Em um segundo post, ela mostra ainda uma conversa que teve com Latino, onde ele alega que "ideologias parecidas com terceiros" não são plágio. "Lamentável você estar querendo se aparecer ao invés de me agradecer por estar levantando essa bandeira com o governo", escreveu o cantor.

Ao final da conversa, Latino escreveu que enviou “prints” do ocorrido para o seu advogado para que ele tome as providências.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube