The Last of Us: Quais são os diferentes estágios de infecção pelo fungo Cordyceps?

No universo de The Last of Us, uma infecção pelo fungo Cordyceps resultou neste contexto pós-apocalíptico onde encontramos os protagonistas Joel (Pedro Pascal) e Ellie (Bella Ramsey) na adaptação dos games que está sendo exibida pela HBO e HBO Max. Na história, existem diferentes tipos de infectados, caracterizados conforme o estágio de infecção.

Os eventos de The Last of Us se passam vinte anos após a destruição da civilização moderna, como resultado de uma infecção de fungos parasitas Cordyceps. Joel (Pedro Pascal), um sobrevivente durão que vive de contrabandos, é contratado para levar Ellie (Bella Ramsey), uma garota de 14 anos, para fora de uma zona de quarentena opressiva – com a esperança de que ela ajude na cura por causa de sua imunidade à infecção. O que começa como um pequeno trabalho logo se torna uma jornada brutal e dolorosa, pois ambos devem atravessar os Estados Unidos e depender um do outro para sobreviver.

Quais são os diferentes estágios de infecção em The Last of Us?

Em The Last of Us, um fungo chamado Cordyceps é um organismo que vive no corpo humano e tem a capacidade de se reproduzir por diferentes estágios de infecção, que tiram a total independência do agente humano. Cada um deles acontece conforme a passagem do tempo, com os infectados se comportando de maneira diferente dependendo do estágio em que estiverem: Corredores, Perseguidores, Estaladores e Baiacus.

Corredores

No primeiro estágio de infecção em The Last of Us nós temos os Corredores, que são pessoas recém-infectadas, por isso ainda com aparência humana. Eles atacam em horda ou sozinho para devorar os seres vivos e se caracterizam pela sua grande velocidade. Por ser um estágio ainda inicial de infecção, um tiro na cabeça é suficiente para matá-los.

Perseguidores

Outro tipo de contágio são os Perseguidores, humanos que carregam o vírus por no máximo um ano. Pelo nome é possível perceber sua forma de ataque, eles primeiro ficam à espreita de suas presas e depois atacam furtivamente nos momentos mais oportunos – por isso mesmo, costumam se esconder no escuro ou em cantos para surpreender a vítima.

Estaladores

Os Estaladores estão a um passo da transformação, situados terceiro estágio de infecção depois de um ano. Por isso mesmo, o fungo Cordyceps se espalhou pelo corpo do hospedeiro, restando uma percentagem mínima do corpo humano, o que causa cegueira. Sua forma de caça é por ecolocalização, e uma de suas maiores habilidades é a força no combate corpo a corpo por causa de sua resistência a danos pelo desenvolvimento fúngico. Uma das principais ameaças de The Last of Us, eles são resistentes a armas de fogo simples e podem ser mortos apenas com armas de alto calibre, como as espingardas.

Baiacus

Os Baiacus estão totalmente inchados devido à infecção e, por isso mesmo, se tornaram lentos (mas extremamente resistentes) ao longo dos anos e seu corpo projeta bombas de esporos infecciosos que podem lançar em seus inimigos, ficando à prova de balas e também vulneráveis ao fogo. Desta forma, somente coquetéis molotov, pregos e lança-chamas são eficazes para eliminar os Baiacus na história de The Last of Us.

Leia o artigo em AdoroCinema

The Last of Us: Compare o visual dos atores na série com os personagens no jogo original

The Last of Us: O guia definitivo para entender a série com Pedro Pascal sem conhecer os jogos

The Last of Us terá quantos episódios na HBO? 1ª temporada vai adaptar eventos do jogo original

The Last of Us: Você percebeu que um dos Estaladores aparece no final do primeiro episódio?