"Largue o boy lixo e encontre um milionário": os conselhos de Karen Kardashia

Priscila Carvalho
·4 minuto de leitura
 Karen Kardashia, a criação do ator e cantor Renato Shippee (Foto: Reprodução/Instagram@karenkardasha)
Karen Kardashia, a criação do ator e cantor Renato Shippee (Foto: Reprodução/Instagram@karenkardasha)

Com a criação da personagem Karen Kardashia, o ator e cantor Renato Shippee, de 32 anos, conquistou um milhão de seguidores no Instagram em quase 40 dias. O motivo do sucesso: conselhos para as mulheres acharem seu milionário e esquecerem o boy lixo, principalmente se for pobre.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Shippe começou por meio de uma brincadeira em sua conta na rede social que, na época, já tinha quase 200 mil seguidores. “Era um filtro com brincos e maquiagens, imitando uma mulher. Comecei a dar conselhos e algumas meninas se identificaram e vi que poderia ter potencial”, conta.

Leia também

No entanto, depois da postagem, ele começou a perder seguidores. “Ao mesmo tempo que algumas pessoas gostaram, outras acharam nada a ver. Foi aí que tive a ideia de fazer um perfil só para a Karen e continuar com os conselhos para as mulheres que me seguiam e estavam curtindo.”

O sucesso foi certeiro e os stories da personagem começaram a viralizar. Os conselhos são elaborados e envolvem pautas importantes, como relacionamentos abusivos e homens que humilham as mulheres. “Tem humor nas respostas, mas quando preciso falar sério, eu falo também. Acho importante levar essa mensagem às seguidoras”, diz Shippee.

Por que Karen Kardashia?

A criação do nome foi uma crítica às Karens, que ficaram famosas nos Estados Unidos, por serem irritantes, esnobes e que, durante a pandemia, até se recusaram a usar máscaras.

Já o Kardashia veio para fazer alusão às irmãs Kardashians, que são milionárias e reconhecidas mundialmente. “Eu criei ‘Kardashia’ mesmo sem o ns no final para fazer uma brincadeira e ser reconhecida. Dei uma abrasileirada no nome”, brinca.

Por que não um pobre

O foco da personagem é dar dicas para as mulheres “investirem” em homens milionários e desistirem do pobre.

Todos os dias, no perfil da Karen, o ator abre a “caixinha” de perguntas do Instagram para as seguidoras mandarem dúvidas e receberem dicas. Grande parte questiona “como achar um milionário?” e também trazem reclamações constantes dos namorados ou maridos pobres.

Shippee reforça que os conselhos não têm nada a ver com o desmerecimento de uma classe social. “A maioria das pessoas que seguem já perceberam que não é especificamente um preconceito contra o pobre. Vocês nunca vão ver ela falando ‘odeio pobre’, por exemplo. A questão do boy pobre é não trazer nada de positivo para a mulher, gerar traumas, abusos e ainda ser o típico boy lixo. Um dos casos mais comuns também é abandonar e ainda não pagar a pensão”, diz.

Ele brinca que, se for para a mulher ser abandonada pelo marido e ficar sem a pensão dos filhos, que pelo menos seja por um milionário.

Abandono do pai e relacionamentos abusivos

Quando tinha dois anos, ele foi abandonado pelo pai, que sumiu e só reapareceu depois de quase 13 anos.

Desde então, ele foi criado pela mãe e irmãs e, por isso, acha que sabe tanto sobre o universo feminino--principalmente quando o assunto é boy lixo. “Eu via minha mãe chorando e jurei que nunca mais ia deixar ela passar por aquilo de novo. Além disso, minhas irmãs passaram por relacionamentos abusivos, o que me proporcionou saber mais sobre o assunto e ver como poderia ajudá-las”, afirma.

A vivência dessas situações em casa fez com que o ator pudesse enxergar maneiras de falar com outras mulheres. “A maioria dos seguidores são do gênero feminino e muitas já sofreram abusos ou passaram por relacionamentos ruins. Eu tento ajudar sempre”, diz.

Ele conta ainda que, mesmo com muita ironia e sarcasmos, ele dá conselhos para fazer com que a mulher acorde e saia daquilo rapidamente.

Milionário e o próprio lago

A vida de Karen Kardashia é marcada por muito luxo, um milionário e como ela brinca “uma cabaninha” em Aspen, nos Estados Unidos.

Morando no país há quatros anos, o ator não revela muito o que é fake em toda essa história, mas garante que a vida da milionária tem muito a ver com a dele.

Quando questionado se o marido dela é real, ele tenta desconversar. “É um personagem que eu criei, mas ele existe, sim. Quase tudo é real ali: a casa existe, o lago também. Em breve terá mais novidades.”

Definição de 'boy lixo’

E se você está à procura de um amor milionário e está cansada de desilusões, Shippe faz um alerta sobre de quais homens é necessário fugir. “Para a Karen, o boy que já está trazendo malefícios, tirando o foco da mulher, sendo abusivo, já é lixo e não merece atenção”.

E isso também inclui o milionário: “Não aceitem tudo por dinheiro. Alguns também fazem a mulher de gato e sapato, só porque acham que podem comprá-la. Tem que ter respeito, carinho, mesmo quando há milhões envolvido”,finaliza.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube