Lampard tem pior início da "era Abramovich" pelo Chelsea no Inglês

Começo de Lampard no Chelsea não é bom. Foto: Darren Walsh/Chelsea FC via Getty Images

Por Mauricio Andrade, de Londres (ING)

Frank Lampard bem que tentou, mas não conseguiu ter o começo dos sonhos no comando técnico do Chelsea - bem pior que isso. Sem poder contratar novos jogadores devido à proibição estipulada pela Fifa, o ex-jogador dos Blues apostou nas categorias de base, e até criou esperanças aos torcedores, mas, já no meio da temporada, acabou como o treinador com pior início da equipe no Campeonato Inglês desde quando Roman Abramovich virou dono do clube, ou seja, há 16 anos. 

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Após 19 rodadas da Premier League, a equipe comandada por Lampard soma apenas 32 pontos, com dez vitórias, dois empates e sete derrotas -  são 56,1% de aproveitamento, atrás de outros 12 treinadores que passaram pelo Chelsea desde 2003.

Leia também:

Apesar de um momento de inspiração no começo da temporada - conseguiu acumular seis vitórias seguidas -, o Chelsea venceu apenas dois dos últimos sete jogos da Premier League, com cinco derrotas para Manchester City, West Ham, Everton, Bournemouth e, por último, Southampton, no Stamford Bridge, sendo, pela primeira vez, duramente criticado por suas escolhas e pelo fato de não conseguir vencer em casa.

Antonio Conte está no topo da lista da "era Abramovich". Em 2016, o italiano foi o treinador com melhor começo na Premier League após 19 rodadas, com 49 pontos conquistados, ou seja, 85,9% de aproveitamento. Não à toa, ele foi o último campeão nacional pelos Blues (2016/17), além de faturar uma FA Cup na temporada seguinte.

A extensa lista ainda contém nomes consagrados pelo Chelsea, como José Mourinho, Roberto di Matteo e Carlo Ancelotti, até outros menos badalados, com menos sucesso, como Rafa Benítez, Avram Grant, André Villas-Boas e até mesmo o brasileiro Luiz Felipe Scolari - todos à frente de Frank Lampard (veja a lista abaixo).

ESPERANÇA COM REFORÇOS

A situação de Frank Lampard, no entanto, pode mudar a partir de janeiro. Isso porque o Chelsea teve a pena de um ano sem poder contratar jogadores imposta pela Fifa reduzida pela metade no começo deste mês. O clube inglês recorreu à Corte Arbitral do Esporte (CAS), que aceitou o pedido. Assim, a equipe pode se reforçar a partir da próxima janela de transferências.

"Analisarei todas as áreas do time", disse Lampard ao ser perguntado sobre reforços. "Encontramos maneiras, como time, de ainda sermos competitivos, mas, daqui em diante, se formos ver, podemos ficar ainda melhores, principalmente no ataque, o que vai nos ajudar na competição", acrescentou.

Segunda a imprensa inglesa, o orçamento dos Blues deve girar em torno de 150 milhões de libras (R$ 816,9 milhões), e a prioridade de Lampard seria o setor ofensivo, principalmente após a saída de Eden Hazard para o Real Madrid na última janela. Os principais alvos são Jadon Sancho, do Borussia Dortmund, Zaha, do Crystal Palace, Moussa Dembélé, do Lyon, Timo Werner, do Red Bull Leipzig, e Fyodor Chalov, do CSKA Moscou.

Pontos conquistados após os primeiros 19 jogos na Premier League:

Antonio Conte (2016) - 49

José Mourinho (2004) - 46
Guus Hiddink (2009, 15 e 16) - 44
Avram Grant (2008) - 43
Claudio Ranieri (2003) - 42
Carlo Ancelotti (2009) - 42
Luiz Felipe Scolari (2008) - 41
Roberto di Matteo (2012) - 40
José Mourinho (2013) - 40
Maurizio Sarri (2018) - 40
André Villas-Boas (2011) - 34
Rafa Benítez (2013) - 34
Frank Lampard (2019) - 32

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter