Laerte recebe o troféu Juca Pato de intelectual do ano de 2021

·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 05.03.18 - Laerte Coutinho. Coquetel de abertura da exposição. (Foto: Marcus Leoni / Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 05.03.18 - Laerte Coutinho. Coquetel de abertura da exposição. (Foto: Marcus Leoni / Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cartunista Laerte Coutinho foi eleita a intelectual brasileira de 2021 pelo prêmio Juca Pato, da União Brasileira de Escritores. O resultado da 58ª edição do evento foi anunciado nesta quinta-feira (23).

A paulistana havia sido indicada ao troféu ao lado de nomes como os do escritor Carlos Nejar, da historiadora Lilia Moritz Schwarcz, da escritora Nélida Piñon e da repórter do jornal Folha de S.Paulo Patrícia Campos Mello.

Laerte criou personagens icônicos das HQs nacionais, como os Piratas do Tietê e o Overman. Na década de 1980, ganhou sucesso ao lado de Glauco e Angeli, com o grupo Los Três Amigos.

Decana dos cartunistas da Ilustrada, a editoria de cultura da Folha de S.Paulo, ela publica tiras diárias no jornal há 30 anos.

Em junho de 2021, quando completou 70 anos, publicou "Manual do Minotauro", que reúne mais de 1.500 tirinhas, protagonizadas por diversos personagens, que vão desde uma tecelã canibal até um sapo à procura de ideologia.

Criado em 1962, o prêmio Juca Pato é entregue a autores que tenham publicado obras de sucesso nacional -em qualquer área do conhecimento- que contribuíram para o desenvolvimento do país e da democracia. O troféu premia anualmente um intelectual brasileiro que tenha se destacado.

Nos últimos anos, a premiação condecorou nomes como o líder indígena Ailton Krenak, o economista Luiz Carlos Bresser-Pereira e os escritores Ignácio de Loyola Brandão e Milton Hatoum.

O troféu traz as feições de um personagem criado pelo jornalista Lélis Vieira e desenhado pelo chargista Belmonte.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos