Por que Lady Gaga decidiu falar sobre o estupro sofrido aos 19 anos

·2 min de leitura
NEW YORK, NEW YORK - NOVEMBER 16: Lady Gaga attends the
Lady Gaga (mulher branca, com cabelo loiro, preso e com franja no meio da testa) posa para os fotógrafos em evento realizado no final de 2021 (Foto de Michadel Ostuni/Patrick McMullan via Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Lady Gaga explicou por que decidiu falar sobre o estupro que sofreu quando tinha 19 anos

  • "Eu realmente senti que estava vivendo uma grande mentira ao não compartilhar”, disse a artista

  • Gaga acredita que compartilhar a sua dor a fez seguir em frente

Alerta de gatilho: o texto a seguir pode ser sensível para pessoas que já sofreram violência sexual. Lady Gaga deu entrevista ao site especializado em cinema Deadline e voltou a falar sobre um grande trauma: o estupro que sofreu de um produtor musical quando tinha 19 anos.

Sobre a decisão de expor o problema a toda a sociedade no ano passado, a artista de 35 anos explicou que compartilhar a sua dor a ajudou a seguir em frente. "Acho que para mim foi apenas um processo de cura porque estou aos olhos do público com frequência”, disse.

“Na época em que comecei a falar sobre as coisas pelas quais estava passando, eu estava nos olhos do público com muita frequência e sendo seguida o tempo todo. Eu realmente senti que estava vivendo uma grande mentira ao não compartilhar”, comentou ainda.

Na mesma entrevista, ela afirmou se sentir hoje mais próxima dos fãs. “As pessoas estavam me descobrindo mais – elas passaram a saber mais do meu lado humano. Eu apenas me senti mais confortável no mundo. É como viver na sua verdade”, finalizou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Em maio do ano passado, Lady Gaga decidiu contar detalhes do estupro que sofreu em entrevista à série documental The Me You Can’t See’, apresentada por Oprah Winfrey e o príncipe Harry. “Eu tinha 19 anos, estava trabalhando em um projeto e o produtor me disse: ‘tire a roupa’. Eu disse que não e saí, e eles me disseram que iriam queimar todas as minhas músicas. E eles não pararam. Eles não pararam de me questionar e eu simplesmente congelei... e não lembro de mais nada", disse na ocasião.

Gaga preferiu não revelar o nome do produtor por motivo de nunca mais querer encará-lo novamente. Depois, ela foi ao hospital por conta de dores e descobriu que estava grávida do estuprador.

"A pessoa que me estuprou me deixou grávida em uma esquina na casa dos meus pais, porque estava vomitando e enjoando. Porque fui abusada. Fiquei trancada em um estúdio por meses", ainda disse a popstar, revelando que isso a levou a um surto psicótico que ainda estava acontecendo quando ela aceitou o Oscar de "Nasce uma Estrela", em 2019.

"Tive um surto psicótico total e, por alguns anos, não fui a mesma garota. A maneira como me sinto quando sinto dor é como me senti depois de ser estuprada. Já fiz tantas ressonâncias magnéticas e exames que não encontraram nada. Mas seu corpo se lembra", explicou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos