Lady Francisco diz ter sido estuprada por diretor da Globo

Atriz veterana relembra episódio ocorrido há 50 anos e conta a razão de não ter denunciado o agressor (Divulgação/TV Globo)

A atriz Lady Francisco, 82, que foi vista recentemente como a personagem Madame Kastrup na reprise da novela “Cheias de Charme”, revelou para o portal “UOL” que foi estuprada por um diretor da TV Globo. Segundo a veterana da dramaturgia, o episódio ocorreu há 50 anos.

“Ele disse que queria conversar comigo sobre trabalho. Eu tinha acabado de chegar no Rio, de Minas, era bobinha, ingênua, sonhava com uma oportunidade. Acreditei nele. Nunca vou me esquecer a situação. Ele me levou para um lugar distante, de carro. Só quando me vi fechada no quarto com ele entendi do que se tratava”, contou ela que não denunciou o agressor na época. “O que eu ia fazer, gritar? Ninguém ouviria. E eu fiquei tão horrorizada que não consegui ter reação nenhuma. Senti um misto de pavor, nojo e humilhação. Quem acreditaria em mim para eu denunciar? Iam dizer: ‘Essa aí, mal chegou e já está aprontando’. Mas hoje eu faria um escândalo”, garantiu.

Leia mais:
Preta Gil critica Emilly do ‘BBB 17’
Após defender José Mayer, Caio Blat se justifica 

Sem revelar o nome do diretor, Lady Francisco afirmou que ele está “vivinho da silva”. Ainda na entrevista, a famosa falou sobre o caso de José Mayer, 67, ator que assediou uma figurinista da TV Globo. “Tenho muito orgulho de ver o quanto a mulher evoluiu na defesa da própria dignidade. No meu tempo, a gente era estuprada e tinha de ficar quieta; hoje, um assédio repercute de tal maneira que o agressor tem de reconhecer publicamente que errou”, disse ela que desconfia da carta pública que o famoso divulgou recentemente. “Ele deve ter sido orientado a escrever aquela carta. Tá na cara que foi estratégia de defesa. Achei absurdo ele dizer que confundiu ficção e realidade. Se fosse assim, eu ia ser put* o resto da vida. O que mais fiz na vida foi papel de put*”, declarou.