Lactação induzida: por que uma mulher não precisa ter um filho para conseguir amamentar

Vida e Estilo International
Foto: Benzel Photography / Caters Agência de Notícias
Foto: Benzel Photography / Caters Agência de Notícias

Uma fotografia de Jaclyn e Kelly Pfeiffer amamentando seus bebês gêmeos se tornou viral, destacando o fato de que é possível amamentar um bebê que você não deu à luz.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Jaclyn não carregou os bebês, mas pôde amamentá-los graças a um processo conhecido como lactação induzida. Ele tende a ser usado por casais do mesmo sexo, bem como por pais adotivos e mulheres que não carregaram seus bebês na barriga.

Leia também

O resultado pode ser variável, dependendo da situação e do objetivo, disse Helen Gray, da Consultores de Lactação da Grã-Bretanha, uma organização que se descreve como a voz profissional da amamentação.

“Elas podem querer fazer um suprimento completo de leite materno para fornecer todo o leite do bebê, ou, se forem mães em um relacionamento homoafetivo, podem querer que cada mãe forneça o suficiente para que possam compartilhar a amamentação.” Ou podem querer fornecer uma pequena quantia para encher as mamadeiras.

Depende também de quanto tempo a mãe tem para iniciar o processo antes de o bebê nascer, ou de ir morar com a família, e sobre seu histórico médico - condições hormonais podem dificultar a produção de leite, diz Gray. "Os fundamentos da produção de leite são sempre da oferta e procura", diz Gray.

“Bombear é o principal ativador do fornecimento de leite [induzido]. Algumas pessoas ainda vão acrescentar medicamentos prescritos e pílulas anticoncepcionais para simular hormônios [da gravidez].

Algumas pessoas não querem tomar medicação ou tem dificuldades para conseguir a prescrição.” Isso se aplica particularmente à domperidona, um remédio para a náusea que pode aumentar o risco de sérios efeitos colaterais cardíacos.

"Quanto mais tempo você puder ganhar, melhor", diz Gray, embora ela aponte que algumas pessoas - especialmente aquelas que já estiveram grávidas e amamentaram antes - acharão o processo mais fácil do que outras. Pelo menos seis semanas seria “útil”, diz Gray.

“Se você está procurando produzir um suprimento completo de leite e você tem tempo para fazer isso, o bebê vai precisar se alimentar pelo menos oito vezes em 24 horas, então você precisa trabalhar muito para isso.” O que significa que você precisará tentar bombear leite oito vezes por dia, incluindo pelo menos uma vez durante a noite. “É muito trabalho, compromisso de tempo e investimento da sua energia, e você precisa de muito apoio", disse Gary.

Emine Saner

The Guardian