Léo Santana fala em expandir carreira pela América Latina e anuncia parceria internacional

FERNANDA PEREIRA NEVES
*FOTO DE ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 14.06.2019: BRASIL X BOLÍVIA - O cantor Léo Santana durante cerimônia de abertura antes de partida entre Brasil x Bolívia, válida pela fase de grupos da Copa América 2019, realizada nesta sexta-feira (14) no Estádio do Morumbi em São Paulo, SP. (Foto: Marcelo Machado de Melo/Fotoarena/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mais um músico brasileiro se prepara para levar seu trabalho para além das fronteiras do país. Dessa vez é o baiano Léo Santana, 31, que quer mostrar sua música pela América Latina e até já anunciou uma parceria internacional em seu novo DVD. O nome do artista, porém, continua em segredo. 

"Não é uma carreira internacional ainda, mas penso em dar um passinho, gravar com alguns cantores de lá. Quem sabe um dia eu chego ao patamar de Anitta", brincou ele ao comentar seus planos, na noite deste sábado (27), quando estreou no festival Fortal, que acontece em Fortaleza até este domingo (28).

A decisão de Léo de expandir a carreira acontece após gravar a música tema da Copa América deste ano ao lado da colombiana Karol G. Segundo ele, "Vibra Continente" fez sucesso, principalmente, em Chile, Colômbia, México e Argentina, e já lhe garantiu uma porção de novos seguidores nas redes sociais. 

Léo começou inclusive a fazer aulas de espanhol, embora o resultado ainda seja uma mistura do idioma com o português. Por isso, a ideia é levar aos países da América Latina sua música como ela é hoje, tanto o repertório antigo, que inclui sucessos como "Encaixa" (2018) e "Santinha" (2016),  e algumas ainda inéditas.

O novo trabalho do baiano será gravado no dia 15 de agosto, no Credicard Hall, em São Paulo. Segundo ele, serão 18 canções inéditas e três regravações. Além da participação internacional, Léo também já confirmou a participação de Anitta, 26, e Atitude 67, além de mais dois nomes, que ainda serão divulgados. 

Por conta dos preparativos para o novo DVD, Léo teve que cancelar uma turnê que faria nos Estados Unidos, a partir da próxima semana. Permanece de pé, no entanto, as apresentações planejadas para novembro, na Europa. Segundo Léo, serão "shows grandiosos" na Holanda, Espanha, Portugal e Suíça. 

LÉO E O CEARÁ

Entre planos internacionais e preparativos para DVD, Léo Santana tem mantido sua agenda de shows pelo país e fez, na noite deste sábado, sua estreia no festival Fortal, que acontece até este domingo em Fortaleza. Ele aproveitou para cantar músicas da época do Parangolé e de sua carreira solo. 

Antes de puxar seu bloco pelo corredor da folia, Léo falou o quando gosta do Ceará e que poderia comprar uma casa em Fortaleza por conta da grande quantidade de shows que faz no estado. No dia anterior, ele já havia se apresentado na cidade de Granja, no interior cearense. 

"Eu tenho uma história de muitos anos com o povo de Fortaleza. É até engraçado que eu nunca tenha tocado em Fortal após tantos anos tocando na cidade. Mas acho que é tudo no tempo de Deus. Acho que esse é o momento mais especial da minha carreira. Tudo acontece na hora certa e chegou esse momento."