Kristen Stewart diz que ficou "mais alta" ao interpretar Lady Di

·2 minuto de leitura
TELLURIDE, COLORADO - SEPTEMBER 04: Kristen Stewart attends the Telluride Film Festival on September 04, 2021 in Telluride, Colorado. (Photo by Vivien Killilea/Getty Images)
Kristen Stewart posa para os fotógrafos no Telluride Film Festival, em 2021 (Foto de Vivien Killilea/Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Kristen Stewart disse que ficou "mais alta" para interpretar Lady Di em "Spencer"

  • A princesa Diana era 13 cm mais alta do que a atriz de 31

  • Stewart, elogiada pelo papel, afirma que sentiu prazer com o seu trabalho no filme

Kristen Stewart definiu a experiência de viver Lady Di em "Spencer", novo filme de Pablo Larraín, como "prazerosa". O longa, ainda sem data de estreia no Brasil, tem sido elogiado pela crítica, principalmente pela atuação da atriz, e tem recebido a ovação do público em festivais.

Em entrevista coletiva no Festival de Veneza, a atriz de 31 anos até brincou sobre uma diferença entre ela e a personagem. "Tive mais prazer com o meu corpo fazendo este filme do que em qualquer outra coisa. Eu me senti mais livre, mais viva e capaz de me mexer – e mais alta, também”, disse ela. Enquanto Stewart tem 1,65 metros de altura, a princesa Diana tinha 1.78 m.

Leia também:

O título do filme é uma referência ao nome de solteira da princesa, Diana Spencer. O longa, que não conta com o apoio da família real britânica, irá mostrar Lady Di em crise no casamento com o Príncipe Charles. Eles se divorciaram em 1996, um ano antes da morte dela, provocada por um acidente de carro, em Paris, na França.

Sobre Diana, Stewart afirma que se encantou pelo material de estudo para o filme. “Sempre havia alguém para ter certeza de que não estávamos saindo da linha e de que estávamos ficando autênticos. Eu olho para ela, as fotos e os vídeos, e sinto que o chão treme e você não sabe o que vai acontecer", falou à imprensa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“Há algumas pessoas dotadas de uma energia inegável e penetrante. A coisa realmente triste sobre ela é que, ao mesmo tempo em que carregava o ar normal e casual [como ela era], ela também se sentia muito isolada e solitária. Ela fazia todo mundo se sentir acompanhado e reforçado por essa luz [dela] e tudo o que ela queria era recebê-la de volta”, finalizou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos