Aos 18, Klara Castanho estreia em séries: 'entendi o que estava fazendo da minha vida'

Klara Castanho, Julia Rabello, Chiara Scalett, Lipe Volpato e Felipe Abib formam o elenco principal de ‘Mal Me Quer’ (Imagem: divulgação Warner)

As séries são a bola da vez no mercado audiovisual brasileiro. Prova disso é que até o canal Warner, tradicional reduto de produções norte-americanas, abriu espaço para sua primeira série nacional de comédia. ‘Mal Me Quer’ estreia nesta quinta-feira (7), às 19h35, e gira em torno de um casal (vivido por Felipe Abib e Julia Rabello) que, após a empresa do marido se atolar em dívidas, precisa se separar para tentar salvar os bens.

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

A ideia dos roteiristas Ana Reber e Rodrigo Castilho inverte um pouco do que o público está acostumado a ver nas comédias românticas, quando mocinho e mocinha precisam enfrentar diversos obstáculos para provar seu amor. Aqui a briga é para encontrar motivos para o divórcio, já que o advogado que sugeriu este “jeitinho” insiste que a separação deve ser litigiosa e crível.

“Essa premissa cria uma provocação para a cena”, diz o ator Felipe Abib, que interpreta o protagonista Marcel, em entrevista ao Yahoo! “É engraçado pensar sobre isso porque quando você quer se separar, de uma maneira real, as coisas já estão no fim e você já fez tudo que podia. No caso desses personagens que se amam, achar um motivo é uma coisa que não está ali num primeiro momento.”

A graça da série é justamente acompanhar, ao longo dos episódios, a percepção de Marcel e Julia sobre as vantagens da vida de solteiro, como poder dedicar mais tempo aos amigos e se aventurar nos aplicativos virtuais de encontros. “É engraçado perceber que mesmo num casal feliz, existiam vários motivos ali que poderiam detonar uma separação de verdade”, completa Abib.

“Essa separação, mesmo sendo falsa, acarreta muita coisa. Traz à tona coisas que estavam completamente adormecidas, desconhecidas. Talvez se eles fossem 100% honestos entre si essas coisas não balançariam realmente a relação”, resume Klara Castanho, que faz o papel de Manu, a filha mais velha do casal

Aos 18 anos, Klara tem a oportunidade de fazer sua primeira série, depois de ter participado de novelas como ‘Viver a Vida’ e ‘Além do Tempo’, e também ter marcado presença no cinema, em ‘É Fada!’, ‘Chocante’ e ‘Tudo por um Popstar’. Para ela, a experiência já mudou sua percepção sobre o que significa construir um personagem. “Acho que de uns seis anos para cá eu entendi o que eu realmente estava fazendo da minha vida. Antes disso, eu fazia porque era muito legal. Antes dos doze anos, eu fazia sem entender o que estava fazendo, sem entender a responsabilidade”, admite.

“Desde então aprendi que precisava pegar aquilo para mim, e que era uma responsabilidade grande. Eu estava contando uma história e estava levando todos os dias uma personagem para a casa das pessoas. A partir disso, sinto que comecei a observar as pessoas de uma forma diferente. Procuro absorver o maior número de conteúdo delas. Tudo é bagagem e referência”, conta.

Já Abib encontrou a oportunidade de trabalhar com Julia Rabello, com quem estudou teatro no Rio de Janeiro, e o diretor Ian SBF, que ganhou notoriedade pelos vídeos do Porta dos Fundos, assim como Julia. “É um diretor jovem, moderno, não tem um pensamento no padrão antigo. Ao contrário, nasceu na internet. Ele pode não ter todas as ferramentas de um diretor clássico, mas tem essa ferramenta de saber o que o público atual quer.”

‘Mal Me Quer’ terá seis episódios de 30 minutos e será exibido às quintas, 19h35.