Kim Kardashian paga voo fretado de time feminino afegão ao Reino Unido

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As jogadoras do time de futebol feminino afegão e suas famílias viajaram com segurança do Paquistão para o Reino Unido depois que a socialite e empresária Kim Kardashian,40, financiou um voo fretado. Elas chegaram ao Reino Unido, na quinta-feira (18).

O rabino Moshe Margaretten, o fundador do grupo sem fins lucrativos que ajudou as jogadoras de futebol, disse à Associate Press que já trabalhou com Kim Kardashian em seus esforços de reforma da justiça criminal. Ele a procurou para ver se ela poderia ajudar a pagar o avião fretado.

"Uma hora depois após uma reunião por Zoom, eu recebi uma mensagem de Kim dizendo que queria financiar todo o voo", disse Margaretten.

A ex-capitã da Seleção Feminina Nacional do Afeganistão, Khalida Popal, disse que "muitas dessas famílias deixaram suas casas quando o Talibã assumiu" o Afeganistão, em agosto, e "foi muito importante agir rápido para tirá-las do Afeganistão". No total 130 pessoas, jogadoras e familiares, esperavam há várias semanas um voo para fora do Paquistão.

Margaretten agradeceu a Kardashian no Twitter por financiar o voo e disse que as jogadoras e familiares pousaram "com segurança em Londres depois de temer por suas vidas por tanto tempo". "Oro para que outros aprendam com sua generosidade e ajudem afegãos de alto risco em risco."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos