Kim Kardashian nega a acusação de ter danificado vestido de Marilyn Monroe

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 11.05.2015 - Retrato da socialite americana Kim Kardashian em sala de cinema do shopping Iguatemi, em São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 11.05.2015 - Retrato da socialite americana Kim Kardashian em sala de cinema do shopping Iguatemi, em São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Mais um capítulo na polêmica sobre o vestido histórico de Marilyn Monroe. Nesta terça-feira (14), Kim Kardashian,41, negou ter danificado um dos vestidos mais arrebatadores do acervo da atriz, morta em 1962. A socialite alegou ainda ter sido extremamente 'cuidadosa' com peça usada no MET Gala 2022, em maio, na cidade de Nova York. Kim rebateu as críticas sobre ter supostamente esgarçado o modelo próximo ao zíper e devolvê-lo sem alguns cristais.

Avaliado em US$ 5 milhões (aproximadamente R$ 25,5 milhões), o vestido que Monroe usou ao cantar "Happy Birthday" pelos 45 anos do presidente John F. Kennedy há 60 anos, teria sido emprestado por funcionários do Ripley's Believe It Or Not Museum. Kim chegou a eliminar sete quilos para, então, caber na peça e desfilar no tapete vermelho do evento por 15 minutos. Ela teria usado uma réplica para seguir sua participação no evento, porque mesmo emagrecendo, o original ainda não teria servido com folga para circular por horas na baile.

Durante uma entrevista ainda antes do Met, Kim avisou que evitaria qualquer risco de danificar o vestido. Mas, o perfil The Marilyn Monroe Collection compartilhou fotos da peça 'antes' e 'depois' para denunciar o 'estrago' do empréstimo feito para a empresária. Não demorou muito para uma chuva de críticas dos internautas em cima da socialite. "Ela nunca deveria ter tido permissão para pegar o vestido emprestado". "Só mostra que se você é uma grande celebridade, você pode literalmente conseguir o que quiser. Isso era um pedaço da história e agora está arruinado", lamentaram tweeteiros.

Na época do MET Gala, o Ripley's Believe It or Not afirmou que todos os cuidados para preservar a peça rara foram tomados no empréstimo para a empresária. "Com informações de conservacionistas, avaliadores e arquivistas de roupas, a condição da roupa era a principal prioridade. Acredite ou não! nenhuma alteração foi feita no vestido e Kim até usou uma réplica após o tapete vermelho".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos