Kim Kardashian conquista medida protetiva contra homem que diz se comunicar com ela por telepatia

Kim Kardashian - Reprodução Met Gala 2022 credit:Bang Showbiz
Kim Kardashian - Reprodução Met Gala 2022 credit:Bang Showbiz

Kim Kardashian conquistou na Justiça uma medida protetiva temporária contra um homem que afirma 'se comunicar com ela telepaticamente'.

A estrela garantiu a proteção após as diversas tentativas do 'stalker' de invadir sua mansão na Califórnia.

As visitas indesejadas aconteceram na maioria das vezes quando Kim e seus filhos não estavam em casa, porém, ainda assim, a Justiça entendeu que o homem pode ser perigoso para a família.

Segundo o 'The Blast', a pessoa em questão persegue Kim não apenas por acreditar que pode se comunicar com a musa via telepatia, mas também porque deseja se tornar sócia nos negócios da estrela.

Antes de receber a ordem de restrição, Kim fez um desabafo para o tribunal.

"Fui informada de que uma pessoa tentou acessar minha residência em três ocasiões distintas em agosto de 2022. Ele apresentou uma carta requerindo ser meu parceiro de negócios. Ele disse que viajou para a Califórnia com o único propósito de me encontrar, e expressou sua frustração por eu não ter respondido a ele. Minha equipe de segurança privada se encontrou com ele e informou que não desejo ter nenhum contato, mas o homem fez questão de revelar que possui uma arma, em tom de ameaça".

Kim acrescentou que as visitas indesejadas persistiram enquanto ela estava viajando, citando uma ida recente a Nova York, e que a perseguição também continuou online.

“Em uma de minhas postagens, ele alegou que eu estava me comunicando com ele telepaticamente", revelou.

Segundo fontes, a estrela de 'The Kardashians' está preocupada que o homem possa ficar ainda mais violento. O juiz que concedeu a ordem de proteção a Kim também programou uma audiência formal sobre o caso, que está prevista para dezembro.