Kate Moss revela motivo de ter apoiado Johnny Depp em processo contra Amber Heard

Kate Moss no Met Gala 2022 no Metropolitan Museum of Art em Nova York. (Foto: Theo Wargo/WireImage)
Kate Moss no Met Gala 2022 no Metropolitan Museum of Art em Nova York. (Foto: Theo Wargo/WireImage)

Kate Moss revelou o grande motivo pelo qual decidiu apoiar Johnny Depp no julgamento contra a ex-esposa dele, Amber Heard. A modelo e o ator namoraram entre 1994 e 1998, e por conta deste envolvimento, ela pôde ajudá-lo com um depoimento.

Moss deu seu testemunho através de vídeo chamada, em que nega os rumores de que teria sido jogada escada abaixo por Depp quando eles estavam em um relacionamento. A modelo garantiu também que nunca houve agressões cometidas por ambas as partes.

"Eu sei a verdade sobre Johnny. Eu sei que ele nunca me chutou escada abaixo. Eu tinha que dizer a verdade", declarou ela em rara entrevista concedida ao programa "Desert Island Discs", da BBC Radio 4.

A modelo explica que o incidente, que gerou grande comoção e rumores na época, aconteceu quando ela estava na Jamaica. Segundo Kate, ela escorregou no chão, que estava molhado devido a uma tempestade ter passado onde o resort estava localizado.

"Houve uma tempestade. Ao sair do quarto, escorreguei escada abaixo e machuquei minhas costas", relatou. “Ele nunca me empurrou, me chutou ou me jogou escada abaixo”. Ainda segundo a modelo, Johnny Depp a ouviu gritando ao cair da escada e a carregou até o quarto do resort, onde teria recebido atendimento médico.

Por que Kate Moss precisou depor no processo?

A modelo foi chamada aos tribunais às pressas após ser citada por Amber Heard durante os depoimentos do processo, em que ambos os atores se acusaram de difamação. Durante o momento em que relatava uma de suas brigas com o ex-marido que teriam acontecido em 2015, ela conta que a irmã, Whitney testemunhou a discussão.

“Ela se jogou na linha de fogo”, contou. “Ela estava tentando fazer Johnny parar. Ela estava de costas para a escada e Johnny se balança para ela... Eu imediatamente penso em Kate Moss e escadas”.

Após sete semanas de depoimentos e deliberações de quase quatro dias, o corpo do júri deu a sentença para os artistas. O ator de "Piratas do Caribe" pedia US$ 50 milhões por danos, devido a um artigo de Amber sobre violência doméstica publicado no "Washington Post" em 2018. No entanto, ficou decidido que ele receberá US$ 15 milhões de Heard e terá que pagar U$ 2 milhões à atriz de "Aquaman".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos