Kate Moss explica decisão de apoiar Johnny Depp contra Amber Heard

*ARQUIVO* SÃO PAULO - SP - 10.04.2015 - A supermodelo Kate Moss. (Foto: Raquel Cunha/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO - SP - 10.04.2015 - A supermodelo Kate Moss. (Foto: Raquel Cunha/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A supermodelo Kate Moss, 48, explicou porque decidiu apoiar o ex-namorado, o ator Johnny Depp, 59, no julgamento por difamação contra a atriz Amber Heard, 36.

"Eu sei a verdade sobre Johnny. Eu sei que ele nunca me chutou escada abaixo. Eu tinha que dizer a verdade", disse, segundo a revista People.

Moss falou sobre o julgamento em entrevista ao programa Desert Island Discs, da BBC Radio 4. Ela foi chamada a depor após Heard alegar que o ex-marido teria empurrado Moss escaba abaixo. Ela disse que "atacou" Depp para defender sua irmã mais nova, Whitney Henriquez, acionada quando pensou em "Kate Moss e escadas".

Na época, a britânica compareceu virtualmente ao tribunal e desmentiu os rumores da agressão -que teria acontecido entre 1994 e 1998, enquanto eles namoravam. "Ele nunca me empurrou, me chutou ou me jogou escada abaixo", disse sob juramento, no mês de maio.

Após o testemunho de Moss, Heard disse: "Eu não esperava que ela aparecesse ou não esperava que ela aparecesse. Não importava". "Isso não muda o que eu acreditava na época, quando estávamos na escada e pensei que ele ia matar minha irmã empurrando-a escada abaixo", acrescentou.

Na decisão final do processo, o júri considerou que a atriz havia difamado a estrela de "Piratas do Caribe" em seu editorial de 2018, e o ator receberia uma indenização de US$ 8,35 milhões (R$ 40,1 mi). Agora, Depp e Heard estão no processo de apelar dos veredictos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos