Karoline Lima rebate ataques sobre uso de pensão da filha com Éder Militão

Karoline Lima reagiu às críticas sobre suposto uso da pensão de Éder Militão à filha (Foto: Agnews / REUTERS/Molly Darlington
Karoline Lima reagiu às críticas sobre suposto uso da pensão de Éder Militão à filha (Foto: Agnews / REUTERS/Molly Darlington

Resumo da Notícia:

  • Karoline Lima e Éder Militão são pais de Cecília, de três meses

  • Ex-casal chegou a acordo sobre pensão da filha

  • Influenciadora negou usar o dinheiro para benefício próprio

Karoline Lima chegou a um acordo com Éder Militão sobre a pensão alimentícia da filha nesta terça-feira (1°). Anteriormente, o jogador havia alegado que só poderia pagar R$ 6.060,00 para Cecília, de 3 meses, mesmo com um contrato de 7 milhões de euros por ano com o Real Madrid.

Com a repercussão do acordo, Karoline usou o Twitter para rebater críticas sobre o suposto uso da quantia acertada para benefício próprio, como arrumar o cabelo. "Ih gente, estão achando que eu estou arrumando meu cabelo com dinheiro de pensão. Amor, se você soubesse quanto esse cabelinho da minha cabeça custa… A título de informação, só o meu mega é R$ 14 mil", disse.

"Pra pintar ele, pintar meu cabelo, hidratar, escovar… Bom... Daria nem para começar a brincadeira meus amores. O acordo foi pensado para o benefício da Cecília e apenas dela. Os meus belos benefícios vêm (e sempre vieram) do bolsinho da mami", afirmou.

Recentemente, Karoline e a herdeira deixaram Madrid, na Espanha, onde estavam morando, e chegaram ao Brasil. Segundo a modelo, a mudança foi em comum acordo com o atleta.