Karol Lannes diz que diretor a orientou a emagrecer depois de Ágata, de 'Avenida Brasil'

Amanda Caroline
·2 minuto de leitura
A atriz relembrou episódio aos 12 anos de idade e refletiu sobre representatividade gorda em novelas (Foto: Reprodução/Instagram @karollannes_)
A atriz relembrou episódio aos 12 anos de idade e refletiu sobre representatividade gorda em novelas (Foto: Reprodução/Instagram @karollannes_)

A atriz e influenciadora digital Karol Lannes falou sobre representatividade gorda em novelas e abriu o jogo sobre sua carreira. A intérprete de Ágata, de ‘Avenida Brasil’ (2012), revelou que ouviu de um diretor que ela deveria “emagrecer absurdamente” para ter mais oportunidades na televisão após o sucesso de João Emanuel Carneiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Na época, a artista tinha 12 anos de idade. “Tive um contrato bem grande com a Rede Globo, fiz quatro novelas, filmes, participações... E quando esse contrato acabou, ele não foi renovado e um diretor chegou para o meu pai e falou que eu teria que emagrecer absurdamente se eu quisesse fazer outro papel depois da Ágata de ‘Avenida Brasil’”, diz em relato no TikTok.

Leia também

“Aconteceu que eu não emagreci absurdamente e o único teste que me foi oferecido depois de ‘Avenida Brasil’ foi para ‘Malhação’, de uma personagem gorda que sofria bullying. E eu decidi que não é isso que eu quero para a minha carreira”, completa.

Hoje, a jovem afirma que deseja voltar a atuar na TV e no cinema (o último papel dela foi Marcelina em ‘Minha Mãe é Uma Peça - O Filme’, de 2013), mas que não quer interpretar estereótipos de mulheres gordas.

“Tenho o sonho de voltar a atuar, mas acho que falta uma representatividade. Atrizes gordas não têm que fazer papeis alegóricos de gordas que sofrem bullying, de rejeitadas, de ‘antes e depois’. Você pode, sim, ser uma mulher gorda e fazer uma vilã, uma protagonista, uma mocinha independentemente do seu corpo. Corpo não define talento”, dispara.

Confira a publicação:

Karol ainda diz que Adriana Esteves foi a pessoa que mais deu apoio para ela nos bastidores de ‘Avenida Brasil’. Ágata é filha da vilã Carminha na trama. “Quem mais me deu suporte emocional foi a Adriana Esteves. Todos os atores, mas principalmente a Drica. Antes de cada cena nossa, ela parava, me olhava, me abraçava, segurava minha mão e falava: ‘você é linda, você é bonita, você é inteligente e eu gosto muito de você’”, declara.

Atualmente, aos 20, Karol se dedica ao trabalho nas redes sociais, onde fala sobre amor próprio, empoderamento feminino e reflete sobre questões da comunidade LGBTQA+.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Veja mais: Paloma Bernardi desabafa sobre a pressão para ser mãe