6 razões para acreditar que Karol Conká é a maior vilã da história do BBB

Rafael Monteiro
·4 minuto de leitura
Karol Conká: uma vilã para a história da TV (reprodução)
Karol Conká: uma vilã para a história da TV (reprodução)

Karol Conká é uma das protagonistas do Big Brother Brasil. Goste-se ou não dela (provavelmente não..), ninguém discute isso. Justamente criticada pelo público após perseguir e humilhar Lucas Penteado, a cantora participou de todos os momentos importantes do reality até o momento, concentrando quase toda a rejeição do programa em si mesma.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Com todos os seus defeitos, porém, Conká dificilmente será uma figura efêmera na história do entretenimento televisivo brasileiro. Com traços de personalidade marcante, carisma e presença dominante no jogo, a participante não se compara a nenhuma outra pessoa que já passou pelo reality. Uma figura única, pinçada a dedo por Boninho para botar fogo no jogo.

Leia também:

Para piorar, Karol tem um bom número de aliados e não tem medo de jogar - o que pode ser suficiente de jogo para que ganhe ainda mais tempo de programa para incrementar a sua jornada com outras maldades (ou mesmo uma improvável jornada de redenção). Pensando em tudo isso, listamos as características que fazem Karol Conká caminhar ao posto de maior vilâ da história do BBB.

Tem (muita) sorte

A prova do líder desta quinta-feira (11) e o bate-volta do último domingo deixaram claro que Karol tem sorte. Muita sorte. Quando ela mais precisou, o fator místico esteve ao lado dela. Se a cantora manter o mesmo desempenho nas provas, tem chances de permanecer por muito tempo na casa - mesmo com altíssima rejeição entre o público.

Influenciadora

O último jogo da discórdia mostrou que a maioria dos participantes enxergam Conká como "influenciadora" dentro da casa. A avaliação parece correta. Como bem reparou Gilberto, a cantora aparece num patamar de superioridade moral na casa, tendo as opiniões seguidas praticamente à risca por Lumena, Nego Di, Pocah, Fiuk e até mesmo Projota.

Está sempre caçando confusão

Primeiro foi Lucas. Depois Carla Diaz, teve o romance mal resolvido com Bill. Na última festa, a participante parecia caçar briga, falando mal de Viih Tube e Carla pela confusão superada há uma semana em conversa com Pocah e Nego Di. "Não sou obrigada a ficar levando patada. Elas me olham com olhar de desprezo. Quem perdoa, perdoa. Quando me perdoar, aí fala comigo. Ela preferiu me reduzir a uma noite de bebedeira e surto, do que enxergar que foi uma falha. Essa garota não me engana", disse Conká sobre Viih, provavelmente seu próximo alvo de fúria.

Polariza a casa

Além de Sarah, Gilberto e Juliette, outros participantes já começaram a se voltar contra Karol Conká, como Viih Tube e Camilla. A tendência é que se formem dois grandes grupos na casa - com a cantora (caso siga longe dos paredões) liderando um lado e Gilberto, do outro. Promessa de fogo no parquinho - o melhor cenário possível.

Fez dois participantes desejarem sair da casa

Além de Lucas Penteado, Arcrebiano também parecia louco para sair da casa por Conká - afinal, ele havia ficado com vilão da história que envolveu um rápido affair com a cantora e um ataque de ciúmes protagonizado por ela. Que outro participante teve potencial tão tóxico na história do programa?

Irrita todas as tribos

Além de humilhar Lucas, Karol Conká destilou preconceito contra nordestinos, irritou mulheres ao fazer uma comparação infeliz com o caso do goleiro Bruno, esbanjou intolerância religiosa e ainda se mostrou completamente equivocada ao falar sobre saúde mental ao defender a internação de participantes em manicômios. Após tantos equívocos, ninguém irá ter coragem de defendê-la. Provavelmente ela é a primeira vilã unânime da história do reality.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube