Karol Conká avalia participação polêmica no BBB21: ‘Foi um transtorno, mas libertador’

Karol Conká © Instagram credit:Bang Showbiz
Karol Conká © Instagram credit:Bang Showbiz

Karol Conká avaliou a sua passagem pelo Big Brother Brasil 21.

A rapper – que foi eliminada com a maior taxa de rejeição do reality, 99,17% dos votos –, protagonizou momentos intensos dentro da casa mais vigiada do Brasil, sendo alvo de muitos comentários negativos e ‘cancelamentos’ pela web.

Durante um bate-papo descontraído no ‘Altas Horas’, da Rede Globo, Karol fez uma análise sobre sua participação e contou que procurou ajuda profissional para poder lidar com todo o processo após o programa.

"Teve que sair. Rolou uma sensação de "limpa, limpa, limpa tudo. Eu fiz a terapia que o Brasil me pediu. Eu me tratei. Fui pegando todos os ensinamentos e foi muito interessante me ver naquela posição. Eu também me odiei, eu também acabei me cancelando. A pior rejeição que eu poderia sofrer era a minha comigo mesma. Então eu entendi todo esse processo’’, refletiu.

No entanto, a cantora explicou que optou por encarar o lado positivo da situação ao aprender com as suas atitudes que causaram polêmica no BBB.

‘’Foi um transtorno para mim, ao mesmo tempo que foi libertador. Não só para mim, mas para todo o Brasil. Foi um transtorno para todos nós e libertador para todos nós, porque à medida que eu fui aprendendo sobre autoconhecimento, aprendendo sobre os meus erros, pessoas aqui fora que se identificavam ou não queriam de certa forma se identificar com aquilo acabaram refletindo sobre as atitudes e a evolução de cada pessoa’’, explicou Karol.