Karina Bacchi quebra silêncio após criticar reação de Giovanna Ewbank a ataque racista

Karina Bacchi © Instagram credit:Bang Showbiz
Karina Bacchi © Instagram credit:Bang Showbiz

Karina Bacchi falou pela primeira vez após criticar a atitude de Giovanna Ewbank ao defender os filhos de um ataque racista.

O caso ocorreu quando a apresentadora estava em um restaurante com sua família, na Costa da Caparica, em Portugal, no final do mês passado, onde uma mulher ofendeu dois de seus filhos com o ator Bruno Gagliasso, Títi e Bless.

Karina Bacchi, condenou a reação de Giovanna durante um episódio de seu podcast ‘Positivamente’.

‘’Eu concordo que a gente tem que defender os nossos filhos, mas eu não acredito que a defesa esteja em cuspir, em xingar, em bater, em agredir, eu acho que a gente tem que defender os nossos filhos, mas que exemplo a gente também está dando em nossas reações, em reagir?’’

Após receber uma chuva de comentários criticando a sua fala, Karina recorreu às redes sociais para se desculpar e esclarecer que suas palavras não foram ‘compreendidas’ pelo público.

‘’Desculpe-me se não me fiz compreendida. Não compactuo, muito menos apoio, nenhuma atitude racista. Jamais sentirei a dor de muitos, mesmo desejando diariamente ajudar a curar feridas. Apesar de também sentir minhas dores e as dores alheias, muitas vezes não compartilhadas. Minha intenção jamais será ferir, pois ainda desejo, sim, ver mais paz no mundo. Mesmo também recebendo insultos daqueles que distorcem minhas palavras ou creem em algo que não sabem a fundo. (...) Mesmo assim, mesmo também agredida, não reagirei na mesma medida, continuarei desejando paz, paz, paz. Por um mundo melhor, por todos nós’’, diziam trechos da publicação.