Karin Roepke conta que filha com Celulari foi planejada: "Merecemos esse presente"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
O casal Edson Celulari e Karin Roepke. Foto: reprodução/Instagram/karinroepke
O casal Edson Celulari e Karin Roepke. Foto: reprodução/Instagram/karinroepke

Resumo da notícia

  • À espera da primeira filha, Karin Roepke fala sobre gravidez planejada aos 40 anos

  • Atriz e o marido, Edson Celulari, vão aumentar a família após dez anos juntos

  • Ela contou reação dos enteados, Enzo e Sophia, com a chegada da irmã caçula

Prestes a ser mãe pela primeira vez, Karin Roepke conta que sua gravidez foi bastante planejada por ela e pelo marido, Edson Celulari. No quarto mês de gestação, a atriz de 40 anos conta como foi a decisão do casal de aumentar a família, após dez anos juntos.

"Por conta da minha profissão, durante um bom tempo eu não conseguia enxergar na minha rotina uma estabilidade para a chegada de um bebê. Mas, de um tempo para cá, essa vontade começou a surgir nos nossos corações", declarou ela à coluna de Patrícia Kogut no jornal "O Globo".

Leia também:

Segundo ela, a menina - que ainda não teve seu nome escolhido pelos pais - é "a coroação de um amor".

"Depois de tantas experiências que a gente compartilhou, merecemos esse presente. Vai ser um novo passo no nosso relacionamento. Eu comentei com o Edson que, para ele, é mais tranquilo, porque já viveu isso, mas ele me disse que a sensação é sempre a mesma", explicou.

A bebê vai ter dois irmãos mais velhos: Enzo, de 24 anos, e Sophia, de 18, frutos do casamento de Celulari com a atriz Claudia Raia. 

"Os irmãos ficaram muito felizes e foram carinhosos. Tenho certeza de que a minha filha será muito paparicada por eles", afirmou a atriz, que oficializou a união com Celulari, de 63 anos, em 2017.

Karin explicou que seguiu a recomendação médica de não fazer atividade física nos três primeiros meses de gravidez e retomou a rotina de exercícios no segundo trimestre, com parcimônia. 

"Fora isso, sigo cuidando da minha alimentação, como sempre, e estou desacelerando. Está sendo bom poder levar a vida de uma forma mais calma. Hoje, quando tenho um compromisso e percebo que vou ter que correr, pegar o carro e sair igual doida, já ligo antes avisando que vou atrasar", disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos