Colombianos devolvem Borja ao Palmeiras, apesar da grande fase do atacante

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Borja deixa o Junior Barranquilla com 20 gols em 36 partidas (Rodrigo Buendia/Getty Images)
Borja deixa o Junior Barranquilla com 20 gols em 36 partidas (Rodrigo Buendia/Getty Images)

Apesar de ter marcado 12 gols nos últimos 13 jogos, Miguel Angel Borja não ficará no Junior Barranquilla. O clube colombiano comunicou o atacante sobre a decisão de devolvê-lo ao Palmeiras - o empréstimo termina em 31 de dezembro e Borja volta a ser atleta alviverde a partir de 1º de janeiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

“Há algumas horas, fui comunicado por meu representante que o Junior não está em condições de comprar meus direitos como jogador”, escreveu Borja, em sua conta no Instagram, na noite desta quinta-feira. “Espero que não seja um adeus, mas um até logo”, acrescentou o artilheiro, que é torcedor declarado do clube.

Leia também:

O Palmeiras chegou a consultar o Junior recentemente sobre a intenção de adquiri-lo ou não. O valor seria de US$ 4,3 milhões por 50% dos direitos econômicos. A crise financeira causada pela pandemia e a eliminação recente na Sul-Americana e no Torneio Apertura levaram o Junior a desistir de Borja.

A grande pergunta no Palmeiras é: o que fazer com Borja? Ele só pode ser utilizado a partir de março, quando a janela de inscrições no Brasil reabrir. Até lá, terá a oportunidade de passar por uma análise do técnico Abel Ferreira e aguardará por propostas do exterior.

Autor de 20 gols em 36 jogos ao longo de 2020, Borja é a contratação mais cara da história do Palmeiras. Ele custou, no total, US$ 13,5 milhões - foram US$ 10,5 milhões em 2017, por 70% dos direitos econômicos, e mais US$ 3 milhões que ainda estão sendo quitados pelos 30% restantes.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos