Juliette fala de morte de ADM e pede que fãs respeitem a pandemia: "Não podemos fingir que está tudo bem"

Resumo da notícia

  • Juliette Freire postou um vídeo lamentando a morte de Ingrid, ADM de um de seus fã-clubes

  • A sister pediu que seus fãs continuem em casa e não aglomerem durante a pandemia

  • A paraibana afirmou que já perdeu familiares e amigos para a doença, e que não aguenta mais receber notícias ruins

Juliette Freire postou um vídeo em seu Instagram alertando a população sobre a gravidade da pandemia da Covid-19 e pedindo que as pessoas fiquem em casa e utilizem as máscaras corretamente quando saírem para alguma emergência. O pedido da sister veio após a morte de Ingrid, ADM de um fã-clube que puxou muitos mutirões que contribuiram para a vitória da paraibana no 'BBB21'.

"Uma das nossas ADMs do grupo do WhatsApp faleceu vítima de COVID, uma das minhas melhores amigas está na UTI vítima de COVID, e eu acho que eu não poderia deixar de vir aqui e usar esse espaço e a minha voz, pra fazer algo por essas pessoas e por tantas outras que podem ser salvas por isso. São 440 mil mortos no Brasil, a gente não pode fingir que tá tudo bem, a gente não pode achar que a vida seguiu", disparou.

Leia também:

A sister explicou que ficou muito assustada com a realidade que teve que enfrentar após o fim de seu confinamento no 'BBB21'. Juliette entrou na casa no dia 25 de janeiro, e não imaginava que a situação pioraria tanto no Brasil.

"Depois que eu saí da casa, eu tive que enfrentar uma realidade bem dura. Perdemos pessoas queridas, familiares da minha equipe, colegas, amigos, Paulo Gustavo, e tantos outros que eu nem tive tempo de perceber ou de contar. É algo assustador e, eu quero muito usar todo esse amor que eu recebi, todo esse cuidado pra dizer pra vocês que vocês precisam se cuidar. Quem puder ficar em casa, fique em casa, protejam os que não podem. Muita gente precisa trabalhar, não tem como ficar em casa. Façam isso por eles, por favor. Confiem na vacina, nos cientistas, nos médicos, em pessoas que dão a vida por essa causa".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Juliette também falou da importância de usar máscaras corretas de proteção - com o surgimento das novas variantes, a OMS deixou de recomendar o uso de máscaras de pano, mesmo em ambientes abertos. "Os hospitais estão voltando a lotar, a Paraíba tem 70% dos leitos ocupados. Em uma testagem de um dia, mais de 60% dos testes foram positivos, é algo assustador. Usem as máscaras certas... o modelo de máscara que realmente protege é o PFF2. Não tá sendo fácil pra mim gravar esse vídeo, eu tenho medo de perder pessoas que eu amo, eu não quero perder mais ninguém".