Juliette Binoche assina carta que defende candidatura única da esquerda na eleição presidencial francesa

·1 min de leitura

"Em abril, será tarde demais." Com este apelo, uma centena de personalidades do setor da cultura na França, entre elas a atriz Juliette Binoche e o ator e diretor Jean-Marc Barr, pedem aos partidos de esquerda para participar do processo da Primária Popular, uma iniciativa cidadã que defende uma candidatura comum para a eleição presidencial de abril.

"A competição entre os candidatos da esquerda e ecologistas não está à altura dos desafios das próximas eleições presidenciais. (...) Perder mais cinco anos seria uma loucura", escrevem os signatários da carta aberta. Além de Juliette Binoche, assinam o manifesto o diretor do Teatro Nacional de Estrasburgo, Stanislas Nordey, e os atores Jean-Pierre Darroussin e Charles Berling. O texto foi publicado nesta quinta-feira (20) na revista Les Inrocks.

Após uma eleição presidencial em 2017 em que os votos da esquerda se dividiram entre quatro candidatos sem conseguir levar nenhum de seus representantes ao segundo turno, os organizadores desta primária não oficial tentam convencer à escolha de apenas um candidato de esquerda para a eleição que acontecem em 10 e 24 de abril.

De acordo com os artistas, roteiristas, dramaturgos e outros profissionais do setor da cultura que assinam a carta, todos os concorrentes ao Palácio do Eliseu, identificados com os valores de esquerda, devem se submeter à primária. Eles consideram que esta é "a melhor forma para obter a vitória do que temos em comum: a luta contra as mudanças climáticas e as desigualdades" no país.


Leia mais

Leia também:
Ex-ministra de esquerda se candidata à presidência da França e propõe 5 mil reais de renda para estudantes
França: na era das mudanças climáticas, candidato ecologista à presidência não convence eleitorado

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos