Juliana Paes elogia Alanis Guillen em cena de morte em "Pantanal": "Orgulho"

Alanis Guillen brilhou na cena em que Juma mata Solano (Rafa Sieg) com as próprias mãos em "Pantanal". Encurralada pelo assassino, a jovem precisa se defender sozinha para não morrer ao lado da filha ainda não nascida, e se tornar onça pela última vez na trama.

A atuação da jovem atriz foi celebrada nas redes sociais, e Juliana Paes, que interpretou Maria Marruá na trama, elogiou o talento de Alanis. "Quem também assistiu a Pantanal ontem? Eu fiquei emocionada, arrepiada e, acima de tudo, muito orgulhosa! Eu já sabia que a Alanis ia entregar tudo", escreveu.

Relembre

Juliana Paes também foi muito elogiada na primeira fase de "Pantanal" por seu retrato sofrido e real de Maria Marruá. Na história da novela, Maria e o marido, Gil, perderam dois filhos em disputas sangrentas de terra no interior do Paraná. Quando finalmente conseguem juntar dinheiro para comprar um pedaço de terra, descobrem que foram enganados por um grileiro, Tenório (Murilo Benício). Sem ter onde morarem e sem nenhum dinheiro, eles também perdem o filho, assassinado pelos jagunços do dono da fazenda.

A partir dessa tragédia, Maria e Gil fogem para o "Pantanal" em busca de uma nova vida. Os dois se assentam nas terras de José Leôncio, que decide não incomodar o casal. Logo, Maria engravida de Juma, e os dois começam a sentir que será possível sobreviver no Pantanal. Tudo muda quando um assassino chega às terras em busca do casal, e consegue matar Gil.