Juliana Paes, a Maria Marruá de ''Pantanal'', explica breve participação na novela

Juliana Paes interpretou Maria Marruá em "Pantanal" (Foto: Globo/João Miguel Júnior)
Juliana Paes interpretou Maria Marruá em "Pantanal" (Foto: Globo/João Miguel Júnior)

Juliana Paes deu seu nome no remake da novela "Pantanal" (Globo). No papel de Maria Marruá, a mulher que vira onça, a atriz foi muito elogiada pelo público, que lamentou sua breve participação no folhetim. No entanto, existe uma explicação para que sua passagem na trama tenha sido tão curta.

Ao participar do podcast PodDelas, nesta quinta-feira (5), a atriz contou que a decisão foi definida pelo diretor artístico Rogério Gomes, o Papinha. Para ele, era fundamental que o público se interessasse pelos personagens tanto na primeira quanto na segunda fase.

"Originalmente, a gente tinha a participação de Maria Marruá em 20 episódios. Mas mesmo antes da estreia, Rogério Gomes achou que se demorasse muito a apresentar os novos personagens, o público ficaria tão apegado aos da primeira [fase] que demoraria a embalar", justificou Juliana.

Ela ainda explicou que tais detalhes são pensados estrategicamente para cativar e manter a audiência do público. "É um ajuste fino que precisa fazer, contar a história que precisa ser contada, mas não se demorar tanto de maneira que as pessoas fiquem tão apegadas à primeira fase que não mergulhem na segunda", detalhou.

Apesar de sua participação ser curta, a atriz garantiu não ter ficado abalada, afinal, não liga para a quantidade de capítulos em que estará presente. "O meu desejo, o desejo do ator, é tocar o coração das pessoas, emocionar. Acho que essa missão a gente conseguiu", disse ela, que segue acompanhando o folhetim.

Juliana afirmou ainda que sentiu algo "diferente" na trama, uma vez que Maria Marruá que lhe permitiu amadurecimento íntimo e profissional. "Mexeu com sensações que não tinha noção quando fui convidada para fazer. Essa paixão toda veio no olhar da personagem. A temática da mãe, da perda do lugar onde se mora, da identidade... a solidão é um tema que me emociona muito. Parece que juntaram tudo numa personagem só, e mexeu com meus botões mais profundos."

Processo de envelhecimento

Para interpretar Maria Marruá, Juliana passou por um processo de caracterização mais intenso, afinal, a personagem é uma mulher que não tem acesso a itens de beleza, por exemplo. Por isso, ela precisou passar por um processo de envelhecimento com a ajuda dos figurinistas e maquiadores da Globo.

Engana-se, porém, quem acredita que Juliana não aprova o resultado. Mostrar rugas, olheiras e ainda realçá-las é uma libertação. "Não é esforço nenhum (passar por esse processo). É gratificante poder abrir mão da vaidade, da estética vigente. Mais que abrir mão, ver beleza nisso. Eu vejo beleza nas olheiras, no cabelo branco. Vejo poesia. É um prazer abandonar essa mochila da idade, do perfeito", disse a artista em entrevista coletiva.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos