Jovem faz relato emocionante sobre avó com Alzheimer

Reprodução/Facebook Leonardo Martins

Dizem que as avós são nossa segunda mãe e para Leonardo Martins, isso faz todo o sentido. O estudante de jornalismo de 19 anos usou sua página do Facebook para demonstrar a importância de Dona Lurdes em sua vida.

Aos 85 anos, ela sofre de Alzheimer e o neto desabafa sobre como é conviver com a doença. “A vó sempre cuidou de tudo e todos, morava com a gente em casa, mas o ambiente começou a semear uma sensação de estranheza. O sofá, que dividimos durante 19 anos, foi ficando cada vez mais estranho, menos confortável. A tomografia foi só formalidade, a Dra. Alzira já havia endossado: era alzheimer. O alzheimer degrada a pessoa, vocês sabem. As coisas têm que estar sempre no mesmo lugar. Deixa ela fazer o que ela quiser. A doença pode vir rápida ou devagar. Depende”, diz em parte do texto.

Ele segue dizendo o quanto sua intenção é retribuir o carinho que recebeu da avó a vida inteira. “Hoje ligo mais vezes pra ela, vejo-a toda semana. Fazer isso é a reciprocidade aos 18 anos que ela viveu comigo. E foi ano passado que a vó escreveu essa carta pra mim, quando entrei na faculdade. Eu fiquei com medo de perder, acho que agora eu não perco mais”.

Reprodução/Facebook Leonardo Martins

A carta em questão agora está eternizada no corpo de Leonardo, que fez uma tatuagem com seu conteúdo. Nela, Dona Lurdes relembra como fazia o neto sorrir na infância e o parabeniza por ingressar na universidade. “Rezo para que esse mal não te abrace com ânsias, vó. Tudo o que precisamos está bem pertinho de nós. Tão pertinho que eu consigo até sentir o toque da pele fina da sua mão no meu rosto só de fechar os olhos. Que gostoso o seu abraço, vó”, finaliza.

Confira o momento em que Leonardo mostra a tatuagem para a avó: