Jovem escapa de assédio em trem da CPTM graças a bilhete de outra passageira

Reprodução/Facebook Elfa Leei Nadah
Reprodução/Facebook Elfa Leei Nadah

A união entre as mulheres para combater o machismo é cada vez mais forte e aprova disso é a história da cabeleireira Eliz Amorim, de 24 anos. Ao pegar um trem da CPMT, na região metropolitana de São Paulo, ela recebeu um bilhete de outra passageira indicando a ação de um assediador.

Leia mais: Jovem fotografa homens que a assediaram na rua e o resultado é perturbador

Reprodução/Facebook Elfa Leei Nadah
Reprodução/Facebook Elfa Leei Nadah

“O homem de social encostado na porta está te olhando desde que entrou no vagão. Cuidado e boa viagem”, dizia o papel. Eliz é transsexual e viaja de trem por volta das 13h da terça-feira (28) e usou o Facebook para compartilhar a boa ação da colega.
Leia mais: Após denunciar chefe por assédio, jovem ganha festa dos colegas de trabalho para humilhá-la

“Parei para reparar o cara não parava de me medir, olhava de cima a baixo e lambia os lábios, estava constrangedor, ele ia se aproximar a qualquer momento… Até que sai da visão dele, e fiquei em alerta. Eu achei muito constrangedor. Porém, linda a atitude dessa moça, ela nem me conhece e me alertou para que eu tomasse cuidado, muito gentil”, diz no post.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos