Jovem luta com pitbull para salvar criança de cinco anos; assista

O jovem lutou contra o animal e conseguiu colocar a criança em cima de um carro (Foto: Reprodução)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Ato de coragem foi registrado por câmera de segurança na rua

  • Ele lutou contra o cão e colocou a criança em cima de um veículo

O jovem Patrick do Céu, de 20 anos, não pensou duas vezes quando viu uma criança sendo atacada por um pitbull em frente à sua casa em Parque Anchieta, na Zona Norte do Rio de Janeiro: correu para salvar o menino. O ato de coragem, que aconteceu na última quinta-feira (19), foi filmado por uma câmera de segurança e não demorou para as imagens viralizarem nas redes sociais.

No vídeo, é possível ver Patrick correndo até o cão e o menino. A babá da criança está tentando separar os dois, mas não consegue e cai no chão. Patrick imediatamente começa a dar tapas no cachorro, que não para de avançar na criança. Depois de algum esforço, o homem consegue pegar o menino no colo, e o pitbull começa a morder seus tornozelos. Ele vai em direção a um veículo estacionado e coloca a criança em cima do carro, e tenta mais uma vez assustar o cachorro com tapas e chineladas. Depois de tropeçar, cair no chão e ser atacado pelo animal, ele também sobe no veículo, onde os dois aguardam ajuda.

Leia também:

Patrick do Céu tem sido elogiado e chamado de herói nas redes sociais, mas recusa o título. Em entrevista ao Jornal Extra, ele conta que pensou na própria filha de dois anos de idade quando viu a cena:

“Não sou herói, longe disso. Quando vi o que estava acontecendo, só consegui pensar na Lara. Fiz por aquele menino o que eu faria por ela. Não pensei em mim em nenhum momento, só queria fazer com que ele ficasse seguro. Agi por instinto.”

O animal foi levado pelo Corpo de Bombeiros, acionado por um vizinho. Todos os envolvidos na cena foram ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, e passam bem. A criança teve ferimentos em várias partes do corpo e precisou levar cinco pontos no pescoço. Patrick levou um ponto na mão e teve ferimentos nas pernas e braços, causados pelas mordidas. A babá ficou com o braço ferido na queda.

Patrick diz que o cachorro não pertence a nenhum de seus vizinhos, e chegou sozinho na rua no dia do ataque. Mais cedo, o pitbull havia perseguido a avó do jovem.

“Quando ele chegou eu nem queria que ele ficasse por perto, porque sei que o pitbull pode ser perigoso. Mas depois dei água, ração e carinho porque achei que algum dono poderia estar procurando por ele. Quando ele se agitou ao ver a criança, pedi pra todo mundo tentar não demonstrar medo, mas ele avançou. Foi quando corri pra fazer alguma coisa”, relembra Patrick.

As câmeras de segurança instaladas na rua são uma iniciativa dos moradores. Quem compartilhou o vídeo nas redes foi o líder comunitário José Ferreira Martins, conhecido como Zé Português. Ele olhou as filmagens após o dono do carro perceber que o veículo estava danificado:

“Imagine a nossa surpresa quando vimos o que realmente tinha acontecido. Assim que pude, fui encontrar o Patrick e a família da criança, para saber como estavam. Felizmente, tudo terminou bem. Mérito do Patrick. Ele pensou muito rápido e teve muita coragem. O fim dessa história poderia ser trágico. Sabemos que o animal não tem culpa. Provavelmente estava estressado, abandonado, mas fica o alerta para todos.”

Assista ao vídeo :