Joss Stone se sentiu 'muito triste' após morte da rainha Elizabeth

Joss Stone credit:Bang Showbiz
Joss Stone credit:Bang Showbiz

Joss Stone se sentiu “estranha” cantando ‘God Save the Queen’ pela última vez.

A cantora do sucesso 'Super Duper Love' - que foi convidada nos casamentos do príncipe William e do príncipe Harry depois de conhecer os irmãos em 2005 - achou "muito triste" quando a rainha Elizabeth faleceu em setembro, e acredita que sua morte marcou o "fim de uma era".

Questionada se ela havia contatado os príncipes depois que a avó deles morreu, Joss disse: “Não tenho os números deles, mas achei muito triste. Eu encontrei a rainha algumas vezes, então pude dizer oi e fazer uma reverência. Para mim, ela foi uma das mulheres mais inspiradoras a caminhar nesta Terra. Eu cantei 'God Save the Queen' e postei online para ela e me senti estranha cantando pela última vez. É o fim de uma era.”

Enquanto isso, Joss gravou seu último álbum, ‘Merry Christmas, Love’, durante a gravidez de seu filho Shackleton - que nasceu em outubro - e ela admitiu que foi "desafiador" porque seus hormônios tiveram um impacto em sua voz.

A estrela, de 35 anos – que também tem a filha Violet, de 22 meses, com o parceiro Cody DaLuz – explicou em uma entrevista recente: “Você tem um hormônio passando pelo seu corpo que relaxou seus músculos. O que é difícil porque sua voz é um músculo e, quando você está grávida, não pode usá-la como costuma fazer. Eu estava cantando música gospel no carro a caminho do hospital para ter Shackleton e minha voz não estava funcionando. Era quase como se eu fosse uma pessoa que não sabia cantar. Então foi um desafio, mas eu adorei.”