Mari Palma afirma que sofre preconceito por idade: "Me chamam de eterna estagiária"

Redação Vida e Estilo
·1 minuto de leitura

Em uma série de stories postados em seu perfil no Instagram nesta quinta-feira (26), Mari Palma afirmou que sofre preconceito diariamente por sua idade e que já se acostumou a ser chamada de “eterna estagiária”. A jornalista e apresentadora da CNN Brasil tem 31 anos e 12 anos de carreira.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“Sofro preconceito por isso o tempo inteiro, e teoricamente nem sou mais jovem, tenho 31 anos, mas mesmo tendo 12 anos de carreira acontece isso. Acho que as pessoas associam usar tênis e camiseta a ser jovem pra sempre. Me chamam de eterna estagiária, perguntam o que uma menina dessas sabe da vida... mas eu não ligo”, garantiu.

Veja também

A jornalista falou também sobre aparência e auto estima, e explicou que tenta desconstruir na terapia a imagem de patinho feio que a assombrou na infância e na adolescência.

“Sofri muito por não me achar bonita e não me encaixar. Sempre fui muito ata, sempre a última da fila. Eu ficava me questionando, e trouxe isso para a vida adulta. Quando eu fui para a televisão, eu olhava e pensava que eu não era pequena como as outras apresentadoras. É um processo, um exercício, e acho que toda mulher passa por isso”.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube