Jorge Kajuru diz ser pai de uma das filhas de Túlio Maravilha e pede DNA

·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, 14.03.2019 - O senador Jorge Kajuru. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, 14.03.2019 - O senador Jorge Kajuru. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O senador e ex-apresentador Jorge Kajuru, 60, afirma que é o pai biológico de Marcela, uma das filhas do ex-jogador de futebol Túlio Maravilha, 51. A suposta relação com a ex-mulher de Túlio, Alessandra, teria ocorrido enquanto ela estava separada, aos 17 anos.

A declaração já tinha sido dada por Kajuru há alguns anos em programa do Esporte Interativo. Porém, ao Balanço Geral (Record) ele voltou a pedir um teste de DNA para provar o que diz.

"Continuo sendo o Kajuru cidadão. Eu falo normalmente como sempre falei na minha vida. Nunca tive nada pra esconder. Então, basta fazer o DNA. Eu estou à disposição como já estive várias vezes e ela, a mãe, não quis fazer", disse em áudio enviado a Reinaldo Gottino e Fabíola Reipert.

Ele continuou: "Eu estou aqui pronto para assumir uma menina linda e maravilhosa que é a Marcela. Agora, dizer que é minha filha porque parece com meu olho, porque é estrábica ou porque usa óculos, aí não, né? Eu quero fazer [o DNA] e estou pronto para fazer. Agora, conversa fiada eu estou de saco cheio", completou.

O próprio Kajuru divulgou a entrevista em seu site oficial e reforçou seu desejo de encontrar a verdade sobre essa suposta paternidade. Também contou aos seus seguidores pelo Twitter que Alessandra não traiu Túlio.

"Como sei o que é a imprensa, nunca tive um caso extraconjugal com a Alessandra. Ela estava com 17 anos e separada. Ela queria fazer o DNA e depois desistiu", postou.

Em 2013, quando o hoje senador falou do caso pela primeira vez, deu mais detalhes de como teria sido esse relacionamento. "Ela se casou com 15 anos, grávida. Aos 17 anos, se apaixonou por mim e eu por ela, naturalmente. Na época, ela quis a separação, mas o pai dela não deixou ela se separar porque o Túlio tinha ganhado o prêmio de US$ 100 mil como artilheiro do Campeonato Brasileiro".

Procurado, o ex-jogador Túlio Maravilha, casado há 20 anos com Cristiane Maravilha, não havia respondido até a publicação deste texto. Alessandra, ex-mulher dele, não foi encontrada.