Jojo Todynho vai entrar na justiça após ataques racistas: "Ficar triste é inevitável"

Jojo Todynho, vencedora da edição de 2020 de 'A Fazenda', precisou enfrentar muito preconceito por ser a primeira mulher negra e gorda a ganhar o maior prêmio do reality. Nas redes sociais, a funkeira foi atacada por haters e sofreu muito racismo, e afirmou que finalmente pensa em entrar na justiça para tentar algum tipo de reparação.

"A única coisa que eu posso fazer é entregar nas mãos de Deus. Ficar triste é inevitável, mas cada um sabe o que planta e o que vai colher", explicou Jojo para a coluna de Fábia Oliveira.

Leia também:

Até mesmo dentro do confinamento a funkeira precisou lidar com discursos racistas. Durante uma roça tensa entre ela e Biel, Jojo explicou de forma firme que racismo reverso não existe, e que nunca gostou de Biel no jogo por outros motivos.

“Estava conversando Juliano, Mirella e eu estava com ele [Biel]. Aí ele falou para mim que eu não gostava dele por ser branco. Eu falei que não. Nunca usei minha cor e nem minha história pra chegar em lugar nenhum, entendeu? Nós somos únicos e capazes de mudar a nossa história. Racismo reverso não existe, né? O típico racismo branco nunca será”, justificou a artista ao dar seu voto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos