Jojo Todynho comprova experiência para comentar jogos da Copa: "Já namorei jogador"

Jojo Todynho comprova experiência para comentar jogos da Copa:
Jojo Todynho comprova experiência para comentar jogos da Copa: "Já namorei jogador" (Foto: Globo/João Miguel Júnior)

Funkeira e apresentadora, Jojo Todynho, de 25 anos, tem encarado um novo desafio nos últimos dias: ela agora é comentarista dos jogos da Copa do Mundo do Catar, que teve início no último dia 20 de novembro. Em entrevista recente, a artista falou que, apesar de já ter namorado jogadores de futebol, nunca se ligou muito no assunto e tem aprendido com os colegas do "Central da Copa", o ex-jogador Fred Guedes e o locutor Alex Escobar.

"Está sendo maravilhoso, tenho uma troca incrível com eles. É sempre bom a gente estar com pessoas que nos elevam, que colocam para cima, que têm paciência de ensinar aqueles que não sabem nada", declarou Jojo à jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Segundo a cantora, ela era totalmente novata ao mundo do futebol antes de ser chamada para assumir o posto de comentarista: "Eu não sei nada. Já namorei jogador de futebol. Ele me falava das coisas, mas não era algo que eu focava em saber", confessou. Antes de seu casamento com o militar Lucas Souza, que terminou há pouco tempo, Jojo havia namorado o jogador Polidoro Junior, do São Caetano, time de São Paulo.

Jojo ainda garantiu que sua atuação no programa é bastante espontânea e os conselhos de seus colegas se limitam exclusivamente ao futebol: "Ninguém me aconselha a nada. Não existe isso. A única pessoa que me atura e que me dá algum conselho é minha psicóloga. Fora isso, faço o que sinto no coração e vejo o que tenho que dosar, o que tenho que melhorar e no que eu tenho que me tolher. Maturidade consiste nisso. No crescimento em todos os aspectos, declarou.

Por fim, a cantora confessou que evita ler os comentários negativos sobre a sua atuação no "Central da Copa": Prefiro não ler porque acho que vou ficar chateada. As pessoas não entendem a dinâmica no programa e dão opinião que, você sabe, é elevada ao preconceito. Aí eu prefiro me isolar disso", declarou.