Joice Hasselmann sobre parceria público-privada para o SUS: ‘Pode ser um caminho’

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
Joice Hasselmann é candidata à prefeitura de São Paulo pelo PSL (Foto: Divulgação)
Joice Hasselmann é candidata à prefeitura de São Paulo pelo PSL (Foto: Divulgação)

Candidata à prefeitura de São Paulo, Joice Hasselmann (PSL), afirmou que a privatização do Sistema Único de Saúde e podem ser um caminho para melhorar a prestação de serviços de Saúde. No entanto, ela discorda de terceirização das Unidades Básicas de Saúde.

O decreto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de incluir o SUS em uma PPI foi assinada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, mas não pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. A medida foi criticada por parlamentares.

“Terceirizar totalmente unidades de saúde é algo que eu não concordo. Mas colocar um caminho de parceria público-privada, desde que a prefeitura tenha o gerenciamento, tenha os olhos em cima da atuação desses profissionais e que possa acompanhar se, realmente, o preço é o menor e a prestação de serviço é a melhor, pode ser um caminho”, disse a candidata na sabatina feita pelo portal UOL e pelo jornal Folha de S. Paulo.

Leia também

Segundo a candidata, ela sente medo desse tipo de decreto, porque acredita que “muitas vezes, eles são feitos para dar poder enorme para quem está administrando o equipamento público, e a prefeitura fica só olhando, e aí não dá”.

Para Hasselmann, a prefeitura precisa ter o poder de mudar a organização que cuida dos serviços de saúde, caso perceba que algo não está funcionando.