Johnny Depp planejava usar 'fotos íntimas' de Amber Heard como prova em tribunal

Johnny Depp credit:Bang Showbiz
Johnny Depp credit:Bang Showbiz

Johnny Depp supostamente planejava usar fotos nuas de Amber Heard como prova em seu julgamento por difamação.

A vida pessoal do ex-casal esteve no olho do furacão recentemente durante o processo judicial que condenou a atriz de 'Aquaman' a pagar 10 milhões de dólares em indenização ao ex-marido, depois que um tribunal decidiu que ela difamou o ator quando escreveu um artigo sobre ser vítima de violência doméstica, em 2018.

A equipe de Amber tentou alegar que o astro de 'Piratas do Caribe' tomava remédios para tratar a disfunção erétil, enquanto os advogados do ator de 59 anos fizeram de tudo para evitar que mensagens de texto entre seu cliente e Marilyn Manson - que foi acusado de abuso por várias mulheres -, fossem exibidas no tribunal.

Os advogados da atriz, 36, alegaram que Johnny tentou apresentar fotos dela nua como evidência.

“Sr. Depp inapropriadamente procura apresentar evidências dos seguintes assuntos pessoais irrelevantes", declararam eles.

Eles citaram "fotos íntimas de Amber Heard" e "um breve trabalho de Amber como dançarina anos antes de conhecer Depp" como exemplos.

"[O Sr. Depp está] tentando insinuar de forma frívola e maliciosa que a Sra. Heard já foi uma profissional do sexo".

Enquanto isso, a equipe do ator argumentou contra a tentativa dos advogados de Amber de apresentar partes dos registros médicos de Johnny como prova.

De acordo com o 'Entertainment Tonight', seus advogados alegaram: "[Heard] quer um circo, e claramente pretende levar este julgamento a uma série de tangentes desnecessárias, incluindo e especialmente com relação ao histórico médico de Depp".

Os advogados de Johnny dizem que Amber alegou que seu ex-marido sofria de "disfunção erétil" e "inferiu que isso poderia de alguma forma ser uma motivação para a violência", mas eles sentiram que ela estava apenas tentando envergonhá-lo no tribunal.

Textos vulgares e ameaçadores não foram aceitos como evidência, com o advogado de Johnny procurando especificamente excluir a correspondência entre seu cliente e Marilyn Manson, porque eles estavam preocupados que a suposta amizade poderia "manchar o Sr. Depp por associação".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos