Johnny Depp é processado por agredir membro da equipe de novo filme

O ator em cena de ‘Inimigos Públicos’, lançado em 2009 (Imagem: divulgação Universal)

A má fase de Johnny Depp parece não ter hora para acabar. Depois do divórcio turbulento com a atriz Amber Heard, que chegou a acusá-lo de comportamento violento, e as notícias sobre uma dívida financeira crescente, o ator está agora envolvido em mais uma polêmica.

Nesta segunda-feira, Gregg Brooks, que trabalhou como responsável pelas locações e cenários no longa ainda inédito ‘City of Lies’, entrou com um processo na justiça, dizendo que foi agredido por Depp durante as gravações.

Brooks conta que o incidente aconteceu nos arredores do Barclay Hotel, em Los Angeles, em abril do ano passado. Segundo ele, a produção inicialmente tinha permissão para gravar até 19h na parte de fora do hotel, e até 22h na área interna. Passava das 23h e Depp insistia em gravar uma versão maior da cena, até que o responsável pelo estabelecimento pediu para que a produção fosse embora.

Relutante em dar a notícia ao astro, Brooks diz ter procurado o diretor, Brad Furman. “Por que você não fala isso para o Johnny Depp?”, foi a resposta dada pelo cineasta. Percebendo a movimentação, o astro teria se aproximado, gritando: “Quem é você? Você não tem o direito de me falar o que fazer”.

Ainda de acordo com a vítima, depois de ouvir a explicação Depp continuou gritando e lhe agrediu com um soco.

Três dias depois, Gregg Brooks foi demitido da equipe, segundo seu relato por ter se recusado a assinar um contrato pedindo que ele não entrasse com o processo contra Johnny Depp.

Até o momento, o ator não se pronunciou sobre o assunto.

‘City of Lies’, drama no qual Depp interpreta o detetive responsável por investigar os assassinatos dos rappers Tupac Shakur e Notorious B.I.G, estreia nos EUA dia 7 de setembo. Ainda não há previsão de lançamento no Brasil.