Johnny Depp e Jeff Beck se juntam para gravar disco com versões de músicas

Johnny Depp se junta a Jeff Beck no palco durabte show em Gateshead

Por Edward Baran

LONDRES (Reuters) - O astro de Hollywood Johnny Depp, que venceu de maneira quase total um processo de difamação contra sua ex-esposa Amber Heard, e o guitarrista inglês Jeff Beck vão se juntar para lançar um álbum feito principalmente de versões de músicas de outros artistas no mês que vem, depois de aparecerem no palco juntos.

Chamado "18", o álbum com 13 faixas será lançado no dia 15 de julho. O ator de "Piratas do Caribe" se apresentou ao lado de Beck em vários locais no Reino Unido nas últimas semanas.

"É quase como se você estivesse em uma loja de discos, pulando de um estilo para outro", disse Beck à Reuters nesta sexta-feira, contando que os dois começaram a trabalhar no disco na casa de Depp na França.

"Há algumas músicas da Motown, algumas versões dos Beach Boys... e o som está bem bom para uma gravação feita em casa."

Depp e Beck gravaram músicas para o álbum desde 2019, entre elas duas composições originais de Depp, que tem sua própria banda, a Hollywood Vampires. Uma música é sobre a atriz e inventora Hedy Lamarr.

"Aos poucos, construímos canções que gostamos. Não fizemos nenhum design", disse Beck.

"Ele tem uma voz bem distinta, ele entende a música e acredito que consegui que ele se abrisse para algumas músicas pelas quais ele não se interessaria em outros casos."

Na semana passada, Depp, de 58 anos, ganhou na Justiça 10 milhões de dólares em indenizações após um júri na Virgínia decidir que Heard o difamou ao se afirmar como uma sobrevivente de violência sexual.

(Reportagem de Edward Baran)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos