Jim Carrey vira Joe Biden em humorístico e provoca Trump: "perdedor"

Rafael Monteiro
·1 minuto de leitura
Jim Carrey e Maya Rudolph provocam Trump em humorístico  (reprodução)
Jim Carrey e Maya Rudolph provocam Trump em humorístico (reprodução)

A vitória de Joe Biden na corrida presidencial dos Estados Unidos já começa a render os primeiros frutos no meio do cinema e da televisão. No fim de semana, Jim Carrey foi chamado para imitar o político democrata no programa Saturday Night Live e aproveitou para caçoar do candidato derrotado Donald Trump.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Essa é uma daquelas situações da vida onde há um vencedor e um perdedor", disse Carrey em uma esquete, reprisando o símbolo de L na testa, eternizado por um dos seus personagens mais marcantes, Ace Ventura. Em outubro, o comediante já havia viralizado na internet ao aparecer no mesmo programa imitando Biden no debate eleitoral.

Leia também

Durante o mandato de Donald Trump, Alec Baldwin exerceu o papel de "imitador presidencial" do tradicional humorístico. Em esquete, o veterano se despediu do personagem com uma versão triste de “Macho Man”, hit do Village People, ao piano.

Tudo indica que agora veremos muitas outras aparições de Carrey como Biden ao lado de Maya Rudolph, atriz escolhida para viver a vice-presidenta Kamala Harris. A julgar pelos primeiros vídeos e pela tradição do SNL, promete.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube