Jesualdo chegou dando aula e distribuindo o jogo no Santos

Jesualdo Ferreira deixou ótima impressão na sua apresentação. Experiente e vitorioso, pode manter o bom legado de Sampaoli. Foto: Fernanda Luz/AGIF

Jesualdo Ferreira foi apresentado pelo Santos e chegou mostrando toda sua experiência e currículo para comandar o time e tentar repetir o bom trabalho de Jorge Sampaoli. Nas suas respostas, Jesualdo deu aula e distribuiu o jogo. Sabe o que representa o Santos e seu tamanho. Foi direto e objetivo e deixou claro que a convivência com os jogadores passa por bom ambiente e simpatia, sem deixar de cobrá-los. Respeitou os técnicos brasileiros e foi bem atual na avaliação dos estrangeiros que estão sendo valorizados no nosso futebol.

Óbvio que o torcedor santista quer ver o Santos,brigando por títulos em igualdade com seus adversários, no mínimo. No entanto, Jesualdo já deixou claro que espera que ninguém saia, apesar das dificuldades financeiras do clube. Lucas Veríssimo e Soteldo são especulados para negociações. A perda de Gustavo Henrique pode ter mais consequências, se Veríssimo também sair. Há reposições com Luan Peres, Luiz Felipe e Aguilar.

Hoje, se Jesualdo tivesse que escalar o Santos, sem perder mais ninguém, provavelmente repetiria a mesma formação tática de 2019 com Éverson; Madson, Lucas Veríssimo, Aguilar e Felipe Jonathan; Pituca, Sanchez e Jean Mota; Marinho, Sasha e Soteldo.

Este time é suficiente para ser campeão? Não.

Serve para começar a temporada? Sim, mas claro que precisa de reforços.

Jesualdo já deve ter pedido alguns jogadores. O nome do atacante português Quaresma foi citado, mas ele desmentiu uma negociação. Acho que os investimentos precisam ser feitos em outros atletas.

Aos 73 anos, Jesualdo chegou com o pé na porta e tomara que dê certo trazendo novas ideias e mantendo um padrão alto de exigência. Gostei do que eu ouvi e torço por ele.