Japão deve anunciar casamento da princesa Mako esta semana, diz mídia

·1 minuto de leitura
Princesa Mako, do Japão, em Tóquio

TÓQUIO (Reuters) - A Agência da Casa Imperial do Japão (IHA) deve anunciar formalmente o casamento da princesa Mako com um ex-colega de classe até sexta-feira, disse a mídia, depois de anos de uma vigilância intensa sobre os relacionamentos dela.

Os detalhes ainda não foram confirmados, mas o casal abdicará de um pagamento único de 1 milhão de dólares ao qual a princesa tem direito ao abrir mão de sua condição real, noticiou a emissora NHK.

O noivado da bisneta de 29 anos do ex-imperador Akihito com Kei Komuro foi anunciado em 2017, mas o casamento foi adiado na esteira de reportagens sobre uma disputa financeira entre a mãe de Komuro e seu antigo noivo.

O par celebrará a união em um escritório do governo municipal, e os registros da família imperial serão ajustados para refletir que a princesa Mako a deixou, acrescentou a reportagem.

A IHA, que não fez um anúncio oficial do casamento nem do pagamento único, não tem comentários, disse um porta-voz da agência à Reuters nesta quinta-feira.

O noivo, que está matriculado em uma escola de Direito de Nova York, voou para Tóquio na segunda-feira pela primeira vez em três anos e apareceu de cabelo comprido preso em um rabo de cavalo, um estilo que causou comentários nos programas de televisão do horário do almoço e nos tabloides.

Uma pesquisa recente do diário Mainichi mostrou que 38% dos entrevistados apoia o casamento, 35% o rejeitam e 26% não expressaram interesse sobre o tema.

(Por Sakura Murakami)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos