Janet Jackson comemora álbum 'Control' de volta ao topo após desculpas de Timberlake

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Janet Jackson, 54, está feliz por conta da volta ao topo das paradas de seu álbum "Control", de 1986. O acontecimento ocorre após um pedido de desculpas público do cantor Justin Timberlake, 40, pela gafe protagonizada no Super Bowl de 2004, quando ele arrancou parte da roupa dela e mostrou seu seio. O disco voltou ao primeiro lugar na lista de mais vendidos nos Estados Unidos. Em vídeo, ela agradeceu. "Gostaria de agradecer a todos vocês que fizeram o 'Control' voltar ao primeiro lugar após 35 anos. Eu nunca, em um milhão de anos, poderia imaginar que isso aconteceria. Obrigada", emendou. Ao longo dos anos, Timberlake foi acusado de não se solidarizar com Jackson, que começou a receber ataques machistas na internet após a gafe. Mas agora ele se retratou. "Sinto muito pelos momentos da minha vida em que as minhas ações contribuíram para o problema, quando falei demais ou não falei o que deveria. Gostaria de me desculpar principalmente a Britney Spears e Janet Jackson individualmente porque gosto e respeito essas mulheres e sei que falhei", postou no Instagram. Janet, sem citar nomes, disse que se sentiu feliz após o pedido. "Eu estava em casa sozinha outro dia e comecei a chorar. Chorei porque sou muito grata por tudo com o que Deus me abençoou. Por tudo que ele me deu. Por ele ser a minha vida. E sou grata por todos vocês fazerem parte da minha vida", comentou.