James Cromwell, de 'Succession', se cola a loja do Starbucks em protesto

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator James Cromwell, 82, que fez a série "Succession", se colou ao balcão de uma loja do Starbucks, na manhã desta terça-feira (10), em Nova York, nos Estados Unidos, em protesto contra o valor mais alto cobrado a clientes que optam pelo leite vegano. A polícia foi acionada e a unidade chegou a fechar.

"Meus amigos do movimento Peta (em português, Pessoas para o Tratamento Ético dos Animais) e eu estamos pedindo ao Starbucks que pare de punir clientes gentis e ambientalmente conscientes por escolherem leites vegetais", afirmou o ator no protesto que foi transmitido ao vivo pelo Facebook.

"Todos nós temos uma participação na questão de vida ou morte da catástrofe climática, e o Starbucks deve fazer sua parte acabando com o aumento vegano", completou ele, famoso por produções como filme "Babe" (1995) e a série "Succession" (2018-2021). Ele já foi indicado ao Oscar e ganhou um Emmy, em 2013.

Segundo o movimento Peta, que tem Cromwell como diretor honorário, a campanha pelo fim de valor diferente aos clientes que optam pelo leite vegano já incluiu uma carta do músico Paul McCartney para representantes do Starbucks e protestos diários na sede da Starbucks em Seattle.

O ato desta terça-feira reuniu dezenas de pessoas. Enquanto o ator colou uma das mãos no balcão da loja e fez um discurso pelo fim do valor mais alto pelo leite vegano, outros ostentavam cartazes e gritavam frases de ordem. "Salve o planeta, salve as vacas", gritavam eles juntos, até a chegada da polícia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos