Jameela Jamil diz que Twitter atingirá 'forma final de ódio' após compra por Elon Musk

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz britânica Jameela Jamil, 35, que esteve em séries como "The Good Place" (NBC), anunciou nesta terça-feira (26) que irá deixar o Twitter. O motivo é a compra da rede social, realizada pelo bilionário Elon Musk, 50, por US$ 44 bilhões de dólares, cerca de R$ 214 bilhões, na cotação atual.

"Ah, ele tem o Twitter", começou a artista. "Eu gostaria que este fosse meu último tuíte. Realmente qualquer desculpa para mostrar fotos de Barold", completou ela, que compartilhou uma sequência de fotos de seu cachorro de estimação.

"Temo que essa oferta de liberdade de expressão ajude essa plataforma infernal a atingir sua forma final de ódio, intolerância e misoginia totalmente sem lei. Boa sorte", completou. Musk havia dito que gostaria de comprar a rede social para restaurar a adesão da plataforma aos princípios de liberdade de expressão.

Nesta segunda-feira (25), ela já havia demonstrado que deixaria a rede caso o magnata a comprasse. "Uma coisa boa sobre Elon comprar o Twitter é que eu finalmente vou sair e deixar de ser uma ameaça completa para a sociedade aqui. Então é uma vitória para todos vocês realmente", tuitou.

O bilionário se descreve como um absolutista da liberdade de expressão e chegou a argumentar que tornar a rede social uma empresa de capital fechado seria uma forma de garantir a livre circulação de ideias. "Eu espero que até os meus priores críticos continuem no Twitter, porque isso é o que liberdade de expressão significa", afirmou Musk em um tuíte também nesta segunda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos