Jade Picon é chamada de 'forçada' durante live e rebate: 'Desocupado'

**Arquivo**SÃO PAULO, SP, 30/09/2018 - A atriz Jade Picon durante pré-estreia do filme
**Arquivo**SÃO PAULO, SP, 30/09/2018 - A atriz Jade Picon durante pré-estreia do filme

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Jade Picon, 21, continua sendo massacrada nas redes sociais por causa do sotaque carioca que precisa fazer para as cenas de "Travessia" (Globo).

Porém, durante uma live em que vendia um produto ela foi chamada de "forçada" e não gostou. A influenciadora rebateu a provocação do seguidor e o chamou de "desocupado".

"Você é desocupado, vai beber. Às vezes eu prefiro ser forçada do que desocupada. Quem fala o que quer às vezes tem que escutar também", disparou.

Na mesma live, Jade disse que está aprendendo e se dispôs a fazer dar certo. "Estou disposta a passar por críticas, elogios. Para mim é tão grande essa realização. Se tenho que passar por isso, está tudo bem e vou usar isso para o melhor", disse. "Eu sei onde quero chegar e sei que para chegar lá eu tenho que passar por isso", concluiu.

Nascida em São Paulo, Jade foi acusada de ter pesado na mão ao tentar falar igual a uma carioca. Teve até uma influenciadora que resolveu 'dar aulas' para a irmã de Leo Picon. "Jade, presta atenção aqui e com todo respeito. Você está de palhaçada? Acha que o nosso sotaque é só um chaleira e que a gente só chia?", começou Baueny Barroca.

Cantora e compositora com quase 45 mil seguidores no Instagram, ela ainda arrancou gargalhadas dos seguidores ao ensinar como Jade deveria andar. "Olha o gingadinho meio rebolando e aí que chega na pessoa e fala o que tem pra falar, entendeu?", disparou Baueny ao refazer uma cena de Chiara pedindo um remédio para a secretaria do pai, o empresário Guerra (Humberto Martins).

O vídeo viralizou e Baueny brincou com a repercussão. "Gente, para de marcar a Jade. Ela vai me processar!", emendou ela.